Pular para o conteúdo principal

Jesus teve irmãos?



                            
                            O Evangelista Lucas faz uma revelação contundente a seu amigo Teófilo ao registrar Jesus como Filho Primogênito de Maria e José. São Lucas apresenta Jesus como o primeiro filho de Maria e não como Único filho de Maria, neste caso ele utilizaria a palavra Unigênito.

A fim de alistar-se com Maria, sua mulher, que estava grávida. E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu Primogênito...”(Lc 2:5-7)

                                       Lucas era médico e como médico era versado nas letras (Cl. 4: 14) um homem que conhecia muito bem a gramática grega, língua oficial do Novo Testamento. Lucas era detalhista e conhecia muito bem Jesus, sua parentela, tanto é que fez a genealogia de Cristo até Adão. Conhecia ainda os Apóstolos de Jesus (Lucas 1:1-4). Auxiliou Paulo (At.16: 10) Paulo diz que Lucas era um médico amado (Cl. 4: 14) para ser um médico amado devia ser um excelente médico, Paulo diz que Lucas era muito útil para ele( 2 Tm. 4:11)

                                   A Palavra: Primogênito significa: Filho gerado antes dos outros, ou o primeiro em uma seqüência.
                                              Lucas sabia muito bem o que estava escrevendo, pois, ele era muito minucioso nas informações (Lc.1:3) Porém, Lucas não é o único a declarar que Jesus não era filho único de Maria. Os Evangelistas Mateus, Marcos e João retiram quaisquer dúvidas acerca do assunto acompanhe:

                                                      Mateus é o Evangelista que mais nos fornece detalhes acerca da Família de Jesus, ele também usa a palavra: Primogênito. Ensinando que Jesus foi o primeiro filho de José. Desmontando uma tese antiga da Igreja Romana que ensina que José possuía filhos antes de casar com Maria.

                  “E José, despertando do sonho, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito, e pôs-lhe por nome JESÚS.” (Mt. 1: 24,25)

                                                   Jesus foi o primeiro filho de José e Maria (Lc 2:7, Mt 1: 25), não foi o único filho do casal o Evangelista Mateus acompanhava de perto a família de Jesus. Mateus relata que José era carpinteiro e possuía pelo menos quatro (04) filhos, a saber, Tiago, e José, e Simão, e Judas. Possuía pelos menos duas (02) filhas as quais os nomes não foram citados. Totalizando nesta citação bíblica com segurança seis (06) filhos do casal. (Confira Mateus 13: 55,56) Mateus faz uma separação entre irmãos, multidão e discípulos de Jesus. Enquanto a Igreja de Roma tenta tapar o sol com a peneira dizendo que a palavra irmão se aplica também para primo, ou que irmão de Jesus somos todos nós. Mateus explica com lucidez:

                         “E, falando ele a multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendo falar-lhe. E disse alguém: eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te. Porém, ele respondendo, disse ao que lhe falara: quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? E, estendo a sua mão para seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão e mãe. (Mt. 12: 46-50) 

                                                      A Palavra irmão no grego: a-del-foí e a palavra irmã no grego é: a-del- faí, estas palavras tem o significado de irmãos sanguíneos no mundo da língua grega. Perto do 4º século o teólogo católico Helvídio queria apresentar Maria como uma Mãe modelo para mãe de família numerosa. Em linha contrária estava S. Jerônimo carregado de tradição que escreveu um tratado contra Helvídio e defendendo Maria como a Virgem Perpetua o que é aceito na Igreja Católica até hoje. Quando se refere os irmãos no sentido de parentes primos e amigos, a palavra grega utilizada é syg-ge-nón, como exemplo Lucas 21: 16.
                                                                       
                                                       O Evangelista Marcos nos fornece informações primordiais sobre Jesus e sua família, ele apresenta Jesus como carpinteiro, dando-nos a entender que Jesus trabalhou junto com José na carpintaria em Nazaré. (Mt. 13: 55 e Marcos 6:3) e cita o ocorrido na terra natal de Jesus que os moradores eram desprovidos de fé em Jesus, porque acompanharam a infância de Jesus e conheciam seus pais e seus irmãos e irmãs.

                                                       Desse modo não entendiam como Jesus faziam tantos milagres sendo ele um carpinteiro conhecido ao lado de José. Por essa razão Jesus partiu para evangelizar cidades vizinha. Leia o relato e conclua você mesmo (a).

                      “E partindo dali, chegou a sua pátria, e os seus discípulos o seguiram. E chegando o sábado, começou a ensinar na sinagoga; e muitos, ouvindo-o se admiravam, dizendo: Donde lhe veem estas coisas? E que sabedoria é esta que lhe foi dada? E como se fazem tais maravilhas por suas mãos? Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão? E não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele. (Marcos 6:1-3)OS IRMÃ
                                            Mais adiante lemos no Evangelho Segundo escreveu João uma nota muito triste a qual nos alega que os irmãos (a-del-foí) de Jesus não acreditavam em seus milagres.
               “Porque nem mesmo seus irmãos criam nele” (Ler João 7:3-5)
   
                                                        Os Irmão de Jesus talvez pelo fato serem criados debaixo do mesmo teto, desprezavam Jesus achando que eles queria ficar famoso fazendo aquilo que ele mesmos duvidam se eram milagres (Jo. 7:4) No livro de Atos 1:14 encontramos Maria com os irmãos de Jesus perseverando em oração.                                                          

É Equivocada, herética a teoria que José teve um casamento antes de casar-se com Maria, pois o texto dos evangelhos é claro quando afirma que Jesus era o primogênito de José e Maria. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")