Pular para o conteúdo principal

Aprendendo 10 Lições com os Corvos


Lc. 12: 22 E disse aos seus discípulos: Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, nem quanto ao corpo, pelo que haveis de vestir.
Lc. 12 : 23 Pois a vida é mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário.
24 Considerai os corvos, que não semeiam nem ceifam; não têm despensa nem celeiro; contudo, Deus os alimenta. 
Quanto mais não valeis vós do que as aves!

01 - A Mamãe e o Papai corvo ensinam seus filhinhos desde cedo a clamarem a Deus para suprirem suas necessidades. Muitos de nós como seres racionais temos dificuldade de imita-los. 

02 - Os Pais dos Corvinhos sabem melhor do qualquer ave, que Deus cuidará de seus filhinhos. Esta lição necessitamos aprende-la. 

03 - Estudando o comportamento dos Corvos aprendemos que eles habitam em lugares desertos e solitários. Há pessoas que temem sair de sua terra natal como Abraão fez, tem receio de ir para uma cidade longe por causa de NÃO haver familiares, parentes e conhecidos por perto. Os Corvos não tem dentro de si esse medo. 

04 - Cada um no seu canto: Nossos filhos às vezes estando casados, não conseguimos confiar na capacidade deles e na instrução que demos a eles, neste caso ficamos nos aninhando no Ninho deles ou colocamos nossos filhinhos "grandinhos"(adultos) em nosso ninho, os COrvos não violam o que o Pai Celestial nos ensinou:

Por isso deixa o Homem a seu pai e a sua mãe, e se une a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne. (Gn. 2: 28/Mt. 19:5) 

5 - Instruir nosso filhos nos caminhos do SENHOR, para que quando cresça não venha se desviar mesmo estando velho, isto é um dever (Pv. 22:6), o qual os corvos ensinam a seus filhinhos logo cedo. 

6 - EStão consciente da Capacidade de seus filhos: Então em lugares inóspitos moram e deixam seus filhos quando estão com capacidade de mover se um lugar para o outro e piar. Os corvos entendem que se seus filhotes podem se mobilizar de um lugar para outro distanciando-se deles e também podem buscar seu próprio alimento, afinal já aprenderam a "Piar"! Podem clamar a Deus por proteção e sustento. Além do mais deixaram os filhinhos em ninhos para que se abriguem, não precisam mais de seus cuidados. 
               
                  Estás lições são é fáceis na teoria, no entanto muito difícil na pratica, não é? 


Lc. 12: 24 Considerai os corvos, que não semeiam nem ceifam; não têm despensa nem celeiro; contudo, Deus os alimenta. Quanto mais não valeis vós do que as aves!

7 - Os corvos não semeiam tesouros na terra, semeiam no céu, é lá que devemos semear, pois os tesouros aqui são consumidos pelo ferrugem, traça e os ladrões roubam.  (Mt. 6:19-20) Se os Corvos não ceifam, isso quer dizer que não trabalham, olhando os corvos por esse ângulo aprendemos que se nós trabalhamos e também seremos recompensados por Deus.  

8 - O Coração do Corvo está Concentrado no Céu - o Corvo não coloca seu coração, seus sentimentos em coisas terrenas e sim celestes. (Mt. 6:21)  

9 - Por outro lado extraímos outra lição: Se Deus ouve os 'Piados' de um corvinho, será que Deus não ouvirá sua orações? O Corvo é uma ave carnívora, é considerada impura e imprópria para o consumo humano.  Isso quer dizer que mesmo que você seja impuro, Deus ainda assim ouvirá sua preces. 
10- Os filhotes de corvos são instruídos não apenas Orar:Quem prepara aos corvos o seu alimento, quando seus pintainhos gritam a Deus e andam vagueando, por não terem o que comer? (Jó 38: 41) 
Mas clamar a Deus com toda força e sair a procura de recursos. 


                   Faça da noite uma canção de triunfo, orando e clamando enquanto se pode achar, pois Deus não desprezazará 


    Salmos  51 
15 Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca proclamará o teu louvor.
17 O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

Salmos  30 

5 Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite; pela manhã, porém, vem o cântico de júbilo.
6 Quanto a mim, dizia eu na minha prosperidade: Jamais serei abalado.
7 Tu, Senhor, pelo teu favor fizeste que a minha montanha permanecesse forte; ocultaste o teu rosto, e fiquei conturbado.
8 A ti, Senhor, clamei, e ao Senhor supliquei:
9 Que proveito haverá no meu sangue, se eu descer à cova? Porventura te louvará o pó? Anunciará ele a tua verdade?
10 Ouve, Senhor, e tem compaixão de mim! O Senhor, sê o meu ajudador!
11 Tornaste o meu pranto em regozijo, tiraste o meu cilício, e me cingiste de alegria;
12 para que a minha alma te cante louvores, e não se cale. Senhor, Deus meu, eu te louvarei para sempre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")