Pular para o conteúdo principal

O Filho da Viúva de Naim



 LUCAS 7: 11 Pouco depois seguiu ele viagem para uma cidade chamada Naim; e iam com ele seus discípulos e uma grande multidão.
12 Quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam para fora um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade.
13 Logo que o Senhor a viu, encheu-se de compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores.
14 Então, chegando-se, tocou no esquife e, quando pararam os que o levavam, disse: Moço, a ti te digo: Levanta-te.
15 O que estivera morto sentou-se e começou a falar. Então Jesus o entregou à sua mãe.
16 O medo se apoderou de todos, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo.
17 E correu a notícia disto por toda a Judéia e por toda a região circunvizinha.
18 Ora, os discípulos de João anunciaram-lhe todas estas coisas. (Lc. 7: 11-17)


- Cenário: Cidade de Naim (hb. Na´im) cerca de 3 km ao Oeste de Em- Dor , um vilarejo árabe que existe até hoje chama-se  Nein, dista 09 Km de Nazaré, ao sudeste, cuja distancia de Cafarnaum a quase um dia a pé. O Nome no grego: Nain Significa Agradável.

                             Lucas é o único a registrar esse relato, segundo Lucas este Milagre ocorreu pouco depois da cura do servo do Centurião em Cafarnaum. Jesus estava acompanhado de uma multidão, e com os discípulos. Chegando na Porta da Cidade deparou-se com uma Marcha fúnebre, o defunto era jovem e único filho de uma viúva, a qual acompanhava o funeral, com muito choro, sua alma estava profundamente angustiada, com uma nuvem de desespero, pois ela não possuía mais marido e nem filho, sua única esperança de vida melhor no futuro estava morta. A Situação da viúva comoveu multidões na cidade de Naim, (Lc. 7: 12)

                                   Jesus como Deus Onisciente sabia e compreendia a dimensão da dor da viúva, mesmo com o Poder de ressuscitar o menino, o Mestre Jesus também se comoveu, de intima compaixão, tal ponto de dizer à mulher: ‘Não Chores’ (Lc. 7: 13) E se aproximou do esquife, onde jazia o corpo do morto, e os condutores que o levavam pararam, Com Poder e Gloria olhou para o Jovem, morto e disse: ‘Jovem, eu te digo: Levante-te. ’ Para surpresa de todos e tamanha alegria da viúva: ‘O Defunto assentou-se e começou a falar’ (Lc. 7: 15) O Dono da Vida devolve o filho a mãe que creio que voltou a chorar novamente, mas dessa vez, de alegria. Jesus sempre costuma transformar o nosso choro de angustia em alegria quando nos encontramos com ele.

                           Tomados de temor por ver tamanho milagre glorificavam a Deus e reconheciam que um Grande Profeta estava entre eles. A Fama deste milagre chegou por toda a Judéia e cidades vizinhas.

Comentários

  1. Oi Pr. Graça e Paz! Esse milagre operado por Jesus enche o nosso coração de esperança e conforto. Como vc mesmo escreveu:"Jesus sempre costuma transformar o nosso choro de angustia em alegria quando nos encontramos com Ele". Tenha um dia aos cuidados do Pai. Abraços.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

MODERAÇÃO NOS COMENTÁRIOS, OS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS NÃO SERÃO PUBLICADOS.

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")