Pular para o conteúdo principal

02 Encontros que Mudaram a Vida de Jacó



                                A Vida do Patriarca Jacó é marcada por Encontros tremendos e inesquecíveis, citamos aqui 04 Encontros Marcantes na Vida de Jacó.

Os Dois Encontros
  1. O Encontro com Raquel 
  2. O Encontro de Jacó com o Anjo do SENHOR
Os Dois Reencontros 
  1. O Reencontro com seu Irmão Esau 
  2. O Reencontro com seu Filho José                  
                 
                  A - O Encontro de Jacó com Raquel
O Encontro do Amor
Gênesis  29:1 Então pôs-se Jacó a caminho e
 chegou à terra dos filhos do Oriente.
2 E olhando, viu ali um poço no campo, e três rebanhos de ovelhas deitadas junto dele; pois desse poço se dava de beber aos rebanhos; 
e havia uma grande pedra sobre a boca do poço.
3 Ajuntavam-se ali todos os rebanhos; 
os pastores removiam a pedra da boca do poço, davam de beber às ovelhas e tornavam a pôr a pedra no seu lugar sobre a boca do poço.
4 Perguntou-lhes Jacó: 
Meus irmãos, donde sois? Responderam eles: Somos de Harã.
5 Perguntou-lhes mais:
 Conheceis a Labão, filho de Naor; Responderam: Conhecemos.
6 Perguntou-lhes ainda: vai ele bem? Responderam: Vai bem; e eis ali Raquel, sua filha, que vem chegando com as ovelhas.
7 Disse ele: Eis que ainda vai alto o dia; não é hora de se ajuntar o gado; dai de beber às ovelhas, e ide apascentá-las.
8 Responderam: Não podemos, até que todos os rebanhos se ajuntem, e seja removida a pedra da boca do poço; assim é que damos de beber às ovelhas.
9 Enquanto Jacó ainda lhes falava, 
chegou Raquel com as ovelhas de seu pai; 
porquanto era ela quem as apascentava.


                           Este encontrou marcou a vida do Patriarca Jacó na área Sentimental. Foi Amor à Primeira Vista. O Encontro de ambos ocorreu na terra de Padã-Arã, próximo a um poço de água.
                          O patriarca Jacó ao ver Raquel pela Primeira vez, conteve-se o quanto podia, e para chamar a atenção daquela a qual deseja como esposa, lembro da história de sua mãe Rebeca. E cuidou de fazer tudo em conformidade.
                        Ele removeu a grande pedra do poço, pedra esta que precisava ser removida por mais de um Homem (Gn. 29,2,3,9) em seguida deu água para o rebanho, desse modo demonstra para moça, força, habilidade e vontade de trabalhar.  
                       Mas, o maior feito do que remover aquela pedra enorme e pesada foi justamente quebrar a timidez e o 'protocolo', partiu em direção a moça abraçou, beijou e chorou no ombro dela no primeiro encontro.   
  Gênesis 29:10 Quando Jacó viu a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe,
e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou-se, revolveu a pedra da boca do poço e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe.
11 Então Jacó beijou a Raquel e, levantando a voz, chorou.
12 E Jacó anunciou a Raquel que ele era irmão de seu pai, e que era filho de Rebeca. Raquel, pois foi correndo para anunciá-lo a, seu pai.

                             Lembra-nos quando o servo de Abraão Eliezer pediu um sinal para o Senhor Deus:



Genesis 25; 13 Eis que eu estou em pé junto à fonte, e as filhas dos homens desta cidade vêm saindo para tirar água;
14 faze, pois, que a donzela a quem eu disser: Abaixa o teu cântaro, peço-te, para que eu beba; e ela responder: Bebe, e também darei de beber aos teus camelos; seja aquela que designaste para o teu servo Isaque. Assim conhecerei que usaste de benevolência para com o meu senhor.
15 Antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, filha de Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o ombro.

                               Rebeca veio sem saber de nada e fez conforme o sinal que Eliezer havia solicitado a Deus. Jacó sabia dessa história e Raquel com toda sua familia também conhecia este fato. (Gn. 24:22-28) 

                               Por causa do Amor de Raquel trabalhou 14 anos, quando o acordo era 07 anos. No entanto seu sogro e tio Labão, usou de engano, quebrando o Pacto. Na hora nupcial ao inves de enviar Raquel, enviou Lia como esposa. Isto obrigou Jacó trabalhar 14 anos para casar com Raquel.  



Gênesis 29: 16 Ora, Labão tinha duas filhas; o nome da mais velha era Léia, 
e o da mais moça Raquel.
17 Léia tinha os olhos enfermos, 
enquanto que Raquel era formosa de porte e de semblante.
18 Jacó, porquanto amava a Raquel, disse: 
Sete anos te servirei para ter a Raquel, tua filha mais moça.
19 Respondeu Labão: Melhor é que eu a dê a ti do que a outro; fica comigo.
20 Assim serviu Jacó sete anos por causa de Raquel; 
e estes lhe pareciam como poucos dias, pelo muito que a amava.
21 Então Jacó disse a Labão: Dá-me minha mulher, porque o tempo já está cumprido; para que eu a tome por mulher.
22 Reuniu, pois, Labão todos os homens do lugar, e fez um banquete.
23 Â tarde tomou a Léia, sua filha e a trouxe a Jacó, que esteve com ela.
24 E Labão deu sua serva Zilpa por serva a Léia, sua filha.
25 Quando amanheceu, eis que era Léia; pelo que perguntou Jacó a Labão: 
Que é isto que me fizeste? Porventura não te servi em troca de Raquel?
 Por que, então, me enganaste?
26 Respondeu Labão: Não se faz assim em nossa terra; 
não se dá a menor antes da primogênita.
27 Cumpre a semana desta; então te daremos também a outra, 
pelo trabalho de outros sete anos que ainda me servirás.
28 Assim fez Jacó, e cumpriu a semana de Léia; depois Labão lhe deu por mulher sua filha Raquel.

                                Com Raquel gerou dois filhos José e Benjamin; durante o parto do nascimento de Benjamin Raquel veio a falecer, por que disputava com a irmã Lia, na quantidade de filhos e não tinha condições físicas para isso, era uma guerra silencio, mas de efeitos bem visíveis, com o total de 13 filhos (incluindo Diná, a unica filha). 
                               Ainda em vida Raquel cedeu uma serva chamada Bila, para Jacó coabitar e gerar filhos; Léia decidiu fazer o mesmo concedendo Zilpa para Jacó.   


Gênesis  30:

1 Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão eu morro.


2 Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel; e disse: Porventura estou eu no lugar de Deus que te impediu o fruto do ventre?
3 Respondeu ela: Eis aqui minha serva Bila; recebe-a por mulher, para que ela dê à luz sobre os meus joelhos, e eu deste modo tenha filhos por ela.
4 Assim lhe deu a Bila, sua serva, por mulher; e Jacó a conheceu.
5 Bila concebeu e deu à luz um filho a Jacó.
6 Então disse Raquel: Julgou-me Deus; ouviu a minha voz e me deu um filho; pelo que lhe chamou Dã.
7 E Bila, serva de Raquel, 
concebeu outra vez e deu à luz um segundo filho a Jacó.
8 Então disse Raquel: Com grandes lutas tenho lutado com minha irmã, e tenho vencido; e chamou-lhe Naftali.
9 Também Léia, vendo que cessara de ter filhos, 
tomou a Zilpa, sua serva, e a deu a Jacó por mulher.
10 E Zilpa, serva de Léia, deu à luz um filho a Jacó.
11 Então disse Léia: Afortunada! e chamou-lhe Gade.
12 Depois Zilpa, serva de Léia, deu à luz um segundo filho a Jacó.

                           Este encontro de Jacó com Raquel lhe rendeu muitos filhos, conforme a Promessa divina: 

Gênesis 28: 13 por cima dela estava o Senhor, que disse: Eu sou o Senhor, 
o Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra em que estás deitado, 
eu a darei a ti e à tua descendência;
14 e a tua descendência será como o pó da terra; dilatar-te-ás para o ocidente, para o oriente, para o norte e para o sul; por meio de ti e da tua descendência serão benditas todas as famílias da terra.


B - O Encontro de Jacó com o Anjo do SENHOR 
O Encontro com a Benção Eterna

                         O local do Encontro foi um vale chamado Vale de Jaboque, onde se encontra um Ribeiro entre as formosas e imponente Montanhas de Gileade a 70 Km da Galiléia e 38 Km de distancia do Mar Morto.
                            Foi provavelmente na Quarta Vigilia da noite, entre as 03 horas e 6h00 da manhã. Durante a Jornada de Retorno a casa de seu pai Isaque.
                             Houve uma luta corporal entre Jacó e o anjo do SENHOR, chegado um momento que o anjo materializado deseja subir para o céu, e Jacó desejava que aquele anjo o abençoasse. Jacó aproveitando a situação do anjo materializado o agarrou impedindo que o mesmo subisse, neste caso o anjo foi obrigado a ferir a articulação da coxa de Jacó, deixando o mesmo manco. 
                           Neste Episódio chama-nos a atenção, a 'Teofania', trata-se de uma manifestação de Deus em algum lugar, de alguma forma em pessoa... Uma manifestação sensível e acessível da Glória de Deus, através de um anjo ou de um fenômeno impressionante da natureza.   

24 Jacó, porém, ficou só; e lutava com ele um homem até o romper do dia.
25 Quando este viu que não prevalecia contra ele, tocou-lhe a juntura da coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, enquanto lutava com ele.
26 Disse o homem: Deixa-me ir, porque já vem rompendo o dia. Jacó, porém, respondeu: Não te deixarei ir, se me não abençoares.
27 Perguntou-lhe, pois: Qual é o teu nome? E ele respondeu: Jacó.
28 Então disse: Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; porque tens lutado com Deus e com os homens e tens prevalecido.
29 Perguntou-lhe Jacó: Dize-me, peço-te, o teu nome. Respondeu o homem: Por que perguntas pelo meu nome? E ali o abençoou.
30 Pelo que Jacó chamou ao lugar Peniel, dizendo: Porque tenho visto Deus face a face, e a minha vida foi preservada.
31 E nascia o sol, quando ele passou de Peniel; e coxeava de uma perna.
32 Por isso os filhos de Israel não comem até o dia de hoje o nervo do quadril, que está sobre a juntura da coxa, porquanto o homem tocou a juntura da coxa de Jacó no nervo do quadril.

                  Esse encontro foi marcante porque Jacó teve seu nome mudado para Israel e ficou manco, jamais Jacó poderia esquece-lo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…