Pular para o conteúdo principal

O Pastor e o Médium em Debate: Quem é Jesus?



1)    Jesus segundo o Conceito do Espiritismo

                             O Médium: Por mais de uma vez você se refere a Cristo como Deus, discordo dessa idéia de Cristo como ‘Deus’, porque na verdade ele foi um grande médium. 
                             Nisso André se retira e trás um livro denominado ‘Obras Póstumas’, de autoria de Allan Kardec, e uma garrafa de café, serve ao pastor e abre o livro onde lê:  

Desde que ele nada diz de si mesmo; que a doutrina que prega não é sua, que ela lhe veio de Deus, que lhe ordenou viesse dá-la a conhecer; que não faz senão o que Deus lhe deu o poder de fazer; que a verdade que ensina ele a aprendeu de Deus, a cuja vontade se acha sujeito, é que ele não é Deus, mas, apenas, seu enviado, seu messias e seu subordinado (p. 147).

O Médium André prossegue: Acerca da Divindade e Humanidade de Cristo não existe, Cristo é apenas um espírito de luz que atingiu a Perfeição.
                      

1)     O Apostolo Paulo escreve sobre a Divindade de Cristo
                   O Pastor Levy abre a Bíblia numa das Epistolas de Paulo onde aborda a Divindade de Cristo. Antes de começar a leitura diz:
        - O Apostolo S. Paulo tem uma visão muito diferente do Kardec, na carta aos Colossenses, Paulo referindo-se a Cristo declara:
Colossenses 1: 15 O qual é imagem do Deus invisível,
o primogênito de toda a criação;
16 porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra,
as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele.
17 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas;
18 também ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio,
o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência,
19 porque aprouve a Deus que nele habitasse toda a plenitude,
20 e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz,
por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas,
tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.

a)    Cristo é a Imagem visível do Deus invisível, sendo a Imagem do Deus Invisível, logo é um Deus.
b)    O Criador de Tudo e Dono de Tudo: Cl. 1: 16 porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades/ Cl. 1: 17 - E nele subsistem todas as coisas/
c)     O Primogênito de toda a Criação, Cl. 1: 17 Ele é antes de todas as coisas, antes de toda a criação.
d)    Cristo é o Cabeça da Igreja: A Igreja Cristã genuína não tem um líder supremo humano, Cristo é o Líder Máximo da Igreja, a doutrina da Igreja está pautada na sua doutrina e não em doutrinas e ensinos humanos.
e)     Jesus é o princípio, nada foi criado e nem antes dele
f)      Jesus é o Primogênito dentre os mortos: Se reencarnação existisse Cristo Jesus Reencarnaria e deixaria claro nas sagradas escrituras o que é reencarnação na teoria e na pratica.
g)     Ele é o Sustentáculo de Tudo e tudo está Nele: Porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra.

                             Enfim o apostolo explica que Cristo é a imagem concreta do Deus invisível, na qual Tomé tocou e se converteu, pois é impossível tocar em Deus e não se converter por mais cético que seja. Apesar de toda incredulidade de Tomé, Jesus permitiu que lhe tocasse.
                       - Médium: Paulo era o único a ver Cristo como Deus.
                     - Pastor: Engana-se todos os discípulos encaravam Cristo como Deus, vamos as evidencias:

2)    O Quê os Apóstolos ensinaram sobre Jesus?

·        Todos os discípulos sabiam que Cristo era o SENHOR

Jo. 21: 12 - Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? Sabendo que era o SENHOR.

·        O Apostolo João na introdução explica a Divindade de Cristo




João 1:1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus,
e o Verbo era Deus.
2 Ele estava no princípio com Deus.
3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele,
e sem ele nada do que foi feito se fez.
4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens;

ÿ   No princípio era o Verbo... Ele revela Cristo como a Ação de Deus, como a Palavra de Deus em Ação.
ÿ   E o Verbo estava com Deus... Antes de vir ao Mundo Cristo já existia. Ele estava no princípio com Deus.  



ÿ   E o Verbo era Deus... A partir desta declaração entende-se que Cristo é um Deus, desde o principio Ele é Deus, e não se fez Deus, o próprio Deus Pai fez-lhe Deus. Cristo Jesus é Deus em unidade com o Espírito Santo e com o Deus Pai, como um ovo é composto de clara, gema e casca, se faltar um desses elementos o ovo é incompleto. O Mesmo se aplica a trindade; se faltar um deles a Divindade está incompleta.   
ÿ   Todas as coisas foram feitas por intermédio dele... Em tudo aquilo que existe encontra-se as suas digitais, o Deus Pai não fez nada do que se vê sem a participação de Cristo. E sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…