Pular para o conteúdo principal

PARÁBOLA DO SEMEADOR


Parábola do Semeador (Mc. 4: 3-20)
 
                                               Atender o ‘Ide’ sair semeando a Palavra

       Saiu o Semeador a semear... Todo Pastor, Obreiro, Cristão genuíno são semeadores, precisam sair para semear. O Evangelismo não pode se limitar dentro dos templos, é necessário proclamar o Evangelho também fora do templo, nas praças, nas casas, na TV, no Rádio, na Internet, na Mídia, nos pavilhões, nos hospitais, nos presídios...
                            Saindo o Semeador semeando sem reter a Palavra de Deus que está em seus lábios. ‘Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a tua boca, e ta encherei’ (Sl. 81: 10).

                                                  Vieram as aves do Céu (Mc. 4: 4)
 
                              Explicação – A – Sementes = A Palavra
                                                  - Uma parte = quarta parte (1/4)
                                                  - Terra = coração das pessoas
                                                  - As Aves do Céu = Satanás e seus demônios
                                                  
            .... Uma parte das sementes caiu junto ao caminho e vieram as aves do céu e a comeram... Uma quarta parte da Semente da Palavra de Deus cai na terra entre o coração das pessoas e como Aves Satanás e seus demônios utilizam de todo artifício para arrebatar a semente da Palavra do coração delas.  

                                      E Outra parte caiu nos Pedregais (Mc. 4: 5,6)
 
                      Explicação - B- A Semente = A Palavra, Pregação do Evangelho de Cristo.
                                              - Uma Parte = Quarta parte
                                              - Terra = Mundo onde estão as pessoas
                                              - Pedregais = Angustias e Perseguições

                                               Uma Quarta parte da porção da Pregação do Evangelho de Cristo chega até as pessoas. Mas chegando as angustias e perseguições contra essas pessoas elas não resistem, se escandalizam e desistem de continuar do Evangelho de Cristo. Alguns desses não resistem perseguições de amigos e parentes, se angustiam, não querem aprender a sobreviver nas angustias, saem do Evangelho em busca de alegria e amizade com o mundo. São pessoas que não dão muito espaço ao Evangelho em suas vidas, elas não têm firmeza não resistem as angustias e perseguições.

                                 E outra cai sobre os Espinhos (Mc. 4: 7)
 
      Explicação - C - Semente = Palavra de Deus
                                  Uma parte = + ou ¼ (quarta parte)
                                  Terra = Onde estão as pessoas
                                  Espinhos = Cuidados do Mundo e a Fascinação das Riquezas
                                 
                                    A Palavra de Deus é pregada cai e atinge cerca de Um Quarto das Pessoas onde elas estão, no inicio elas se rendem a Palavra de Deus. Acontece que quando elas estão entrando na palavra de Deus, faz como a mulher de Ló, fica com cuidados com aquilo que deixou no mundo, se deixam seduzir e se levar com a fascinação do mundo. Estas que caem entre os espinhos, são impedidas de crescer porque os espinhos a sufocam, elas não dão frutos. 

                                     E Outra caiu em terra Boa e deu Fruto (Mc. 4: 8)

                           Explicação -D- Semente = Palavra de Deus
                                                     Uma parte = + ou – ¼
                                                     Terra = Multidões de almas no Egito Espiritual
                                                     Boa Terra = Aqueles que se convertem ao Senhor Jesus
              
                                         Tem pessoas que não resistem e nem colocam resistência para receberem a Palavra de Deus em seus corações, sempre que pregamos encontramos essas pessoas, numa questão de tempo, elas dão frutos de trinta, ou de sessenta ou de cem. Acredita-se que de cada 100 (cem) pessoas 25(vinte e cinco) pessoas frutificarão na presença do SENHOR. A Boa Terra existe cabe a nós como pregadores procurar e espalhar a semente em toda parte, de uma hora para outra a Boa Terra frutifica e conseguimos localiza-lo. Sem jogar sementes não tem como saber se a terra é boa ou não.    

Não havia muitos segredos entre Deus e seus Discípulos (Mc. 4: 10-12)

                                Jesus não revelava seus segredos para as multidões, mas no particular com seus 12 discípulos, mas aos mais chegados revela-lhe os segredos das parábolas. Eles demonstravam curiosidade sobre as Parábolas e Jesus não os deixaria na duvida. Quem está fora do Reino de Deus sabe muito pouco sobre os mistérios de Deus, é preciso entrar para conhecer e se aprofundar nas pesquisas sobre os Mistérios de Deus, o melhor modo de desvendar os mistérios de Deus é dentro dele e não fora.  Os Discípulos estavam dentro junto com Cristo e aos poucos os mistérios do Reino de Deus era desvendado.                                   

                            Há uma regra simples, no entanto regia que somente aqueles que estão dispostos a seguir a Cristo, a aprender com ele são quem realmente pode conhecer os mistérios do Reino de Deus. Estes mistérios são vedados para quem está de fora, ou esta seguindo apenas por seguir. Estudiosos ímpios, das mais diferentes áreas tentam desvendar os mistérios do Reino de Deus, lês ouvem falar, eles lêem, mas não entendem, eles vêem e não compreende, o que resta para eles é apenas tecer teses, espalhar boatos, levantar teses e mais teses sem fundamentos, e facilmente refutáveis por quem realmente conhece a Palavra de Deus.  Nas palavras de Cristo fica patente:

A Vós vos é dado saber os mistérios do Reino de Deus, mas os que estão de fora todas essas coisas se dizem por parábolas, para que, vendo, vejam e não percebam, e; ouvindo ouçam e não entendam, para que se não convertam,
 e lhes sejam perdoados os pecados.

Outras Interpretações (Mc. 4: 15-20)
 
                          Eles estão junto ao caminho, mas não estão no caminho, recebem a palavra, todavia Satanás arrebata a Palavra do Coração deles. (Mc. 4: 15)
                          No caminho há pedregais estes que estão nos pedregais recebem a palavra com prazer, à perseguição e angustias não deixam a Palavra se enraizar. Devido a escândalos a Palavra seca no coração dessas pessoas.
                          Outras sementes caem entre espinhos, estes espinhos já estão crescidos, representam os cuidados desta vida e o fascínio das riquezas do mundo, terminam sufocando a semente da Palavra de Deus.
                          Há aqueles que recebem a Palavra como uma terra boa à semente germinar cresce e dá frutos de trinta, sessenta e de cem. Produzem muitos frutos inclusive almas para o Reino de Deus.   



A Parábola do Semeador



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")