Pular para o conteúdo principal

Quem foi São Lucas?


São Lucas
Ano do Livro = 64 e 70 d. C

                                         O Doutor Lucas reconhecido por todos como médico (Cl. 4: 14) para isso estudou por um bom período de tempo, dedicando-se a estudos seculares e estudos da Lei da Moisés, sendo um erudito, conhecedor de estudos seculares e das Escrituras Sagradas. Usou seus conhecimentos para favorecer os menos favorecidos materialmente. Foi designado para escrever para os gregos um Evangelho, como sabia que os gregos eram muito atentos aos detalhes, Lucas escreve o Evangelho com uma serie de detalhes, atendendo ao público cético e detalhista.
Ele Acompanhou de perto a jornada de homens de Deus como Pedro, Paulo, e outros. Procurou se inteirar minuciosamente de fatos acerca de Cristo Jesus, a fim de conhecer profundamente o Nosso Senhor Jesus Cristo e repassar seu conhecimento para aqueles que de igual modo desejam conhecer o Salvador do Mundo.
O Jovem Lucas possuía muitas qualidades: como médico dedicado, amigo (Cl. 4: 14) A Maneira de descrever no Evangelho notamos a sua Dedicação, concentração, organização, esforço em entrevista pessoas ligadas a Vida de Cristo desde a infância, ele entrevista Simeão, Ana, Maria, Zacarias, Isabel, Maria, a mãe de Jesus, entre outros (Lc. 1: 1,2). No livro de Atos dos Apóstolos e Lucas encontramos o zelo, o equilibrado, os detalhes. (Lucas 3/ At. 13:1-4) Paulo cita o companheirismo e a cooperação de Lucas (2ª Tm. 4: 11/ Fl. 1: 24) Se Lucas de fato era médico, fica claro, seus esforços, responsabilidade, sua disposição de aprender mais, buscava o conhecimento do corpo e da alma, a cura por meio da medicina dos homens e da medicina provinda diretamente de Deus.
                                          Na Carreira de Lucas encontramos ainda uma pessoa que se doava para fazer bem ao próximo, suas Obras riquíssimas em informações e detalhes são provas disso: “Atos dos Apóstolos e Evangelho de S. Lucas”, a autoria dessas obras é atribuída a Lucas pelas evidencias internas e pelo testemunho do Cristianismo primitivo. 




                   Ele foi credenciado pela Igreja primitiva para escrever sobre o Evangelho de Cristo, e a história da Igreja primitiva, após a Ascensão de Cristo. Para isso acompanhava os líderes da igreja em várias missões e até em prisão (Cl. 4: 14/ 2ª Tm. 4: 11/ Fl. 1: 24) e viagens missionárias, (At. 16: 10-17) que de acordo com a tradição na viagem de Troas a Filipos permaneceu em Filipos cerca de 6 anos de 52 a 58 D. C. (Atos 20 a 28) Dono de intelecto incrível para seu tempo, pois poucos eram reconhecidos como médicos naquele tempo. Devia ser de família nobre para fazer estes estudos, porque o acesso aos estudos em escalas mais elevadas na área da medicina era raríssimo e custava alto financeiramente. Segundo a tradição evangelizou no Sul da Europa, e foi martirizado na Grécia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")