Pular para o conteúdo principal

As Crianças e o reino dos Céus



No Antigo Testamento encontramos o seguinte texto: 


Sl 137:8 Ah! filha de Babilônia, devastadora; feliz aquele que te retribuir consoante nos fizeste a nós;
9 feliz aquele que pegar em teus pequeninos e der com eles nas pedra.

O Texto Retrata a indignação de Deus com a atitude dos Babilônios que consagravam seus filhos aos falsos deuses (demônios) desde a concepção.  o Mesmo texto não ensina e nem serve como doutrina para defender a tese que Deus  condena as crianças.
Existem vários textos do Antigo Testamento envolvendo a morte de crianças Ezequiel 9:4-6 é apenas uma delas, porém sabe-se que a morte de todos era ordenada devido a sua idolatria, todavia os mesmo texto não defendem a ideia que Deus haja condenado as crianças. 
Quando analisamos atentamente o Antigo Testamento entendemos que Deus não cobra da alma dos filhos as transgressões dos pais. Embora as maldições caiam sobre os filhos por conseqüência da desobediência dos pais. 

 Êx. 20: 3 Não terás outros deuses diante de mim.
4 Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5 Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

                              Mesmo assim o texto não serve como base para afirmar que estas crianças foram condenadas. Entende-se que perderam a vida e/ou sofrem, porém não perdem a salvação enquanto crianças por causa da desobediência de seus pais. 
       
Ez. 18: 4 Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
18 Quanto ao seu pai, porque praticou extorsão, e roubou os bens do irmão, 
e fez o que não era bom no meio de seu povo, 
eis que ele morrerá na sua iniqüidade.
19 contudo dizeis: Por que não levará o filho a iniqüidade do pai? Ora, se o filho proceder com retidão e justiça, e guardar todos os meus estatutos, 
e os cumprir, certamente viverá.
20 A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho, A justiça do justo ficará sobre ele, 
e a impiedade do ímpio cairá sobre ele.

                                Ainda tratando dos textos onde foram ordenadas a execução de crianças sabe-se que elas foram poupadas da Ira Divina futura. As almas destas crianças foram resgatadas. Porque se continuassem vivas seriam tão iníquas quanto seus pais e perderiam a salvação. 


No Novo Testamento encontramos.... 

                               Certa feita Jesus estava cercado de crianças , o texto Sagrado não nos informa se todas as crianças eram filhos e filhas de impios ou justo, porém com toda certeza em torno de Jesus havia crianças filhas de impios e justos, na ocasião Jesus disse; 

" Mateus 19: 13 Então lhe trouxeram algumas crianças para que lhes impusesse as mãos, e orasse; mas os discípulos os repreenderam.
14 Jesus, porém, disse: Deixai as crianças e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus.
15 E, depois de lhes impor as mãos, partiu dali."


                            Ali Cristo não privilegiou somente os filhos e filhas de seus discípulos, no entanto abençoou todas as crianças, que ali entre elas possivelmente havia filhos de fariseus, publicanos, herodianos...Cristo não destacou filhos de impios ou de justos. 
                              O Mestre Jesus nos deixou a seguinte lição sobre as crianças:

" Mateus  18:1 Naquela hora chegaram-se a Jesus os discípulos e perguntaram: Quem é o maior no reino dos céus?
2 Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles,
3 e disse: Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.
4 Portanto, quem se tornar humilde como esta criança, 
esse é o maior no reino dos céus.
5 E qualquer que receber em meu nome uma criança tal como esta, 
a mim me recebe.
6 Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, 
e se submergisse na profundeza do mar."

                                     Jesus tem um carinho especial pelas crianças é difícil crer que as crianças sejam condenadas, já que o que leva a pessoa para a condenação é a pratica consciente e voluntaria de pecado. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…