Pular para o conteúdo principal

José, um Ministério Regado de Lagrimas, Humilhação e Gloria


José, um Ministério Regado de Lagrimas, Humilhação e Gloria

                                               O Ministério de José tem inicio com Exaltação e toda exaltação provoca pelo menos duas coisas: Invejas e Ciúmes. Jacó pai de José dá de presente uma túnica listrada, a qual segundo especialistas indicava autoridade, preferência do pai, futuro herdeiro com herança dobrada e liderança, futuro maioral da família. Motivos mais do que suficientes para provocar ciúmes e invejas entre seus irmãos (Gn. 37: 11).
                                              Como conseqüência da Inveja e do ciúme com um ingrediente maior chamado Ira, a maioria de seus irmãos decidem vende-lo como escravo para os Ismaelitas, mas antes cogitaram matá-lo, com exceção a Rubem (Gn. 37: 20,21). Ai começa as primeiras lágrimas de José dentro de uma cisterna sem saber o seu destino se a morte ou a vida. A Dor era maior devido ao fato de José ver seus próprios irmãos traçando sua morte, eles eram sangue do mesmo sangue, carne da mesma carne...
                                              Dá para Imaginar o que José sentiu ao ser vendido pelos seus irmãos como escravo para os Ismaelitas e ser encaminhado para o Egito para lá servir na escravidão? Distanciando-se de seu amado Pai Jacó e de seu irmão caçula Benjamin? Talvez José pensasse que era a ultima vez que vira Benjamim e Jacó sem ter a oportunidade de se despedir. Mas Deus não gosta de despedidas.
                                              José estava caminhando para uma vida dura, difícil e incerta, onde a volta somente seria possível por intervenção divina. (Momento de Humilhação, Choro, pranto...) Ele tinha tudo para ser uma pessoa complexada, derrotada, miserável, sem perspectiva de vida e de um futuro melhor... José era um sujeito que diante dessas circunstancias poderia haver morrido sem que ninguém soubesse a historia dele. e muito menos ainda sem a certeza de rever seu pai Jacó e seu irmãozinho Benjamim.
                                             Todavia, no Egito Deus tinha um plano mestre na Vida de José, o qual ninguém e nada poderia impedir. Logo quando chegou como escravo Deus já havia preparado um “Comprador”, um homem chamado Potifar, que confiou a José todos os seus bens e riquezas ao ver a prosperidade em tudo que José fazia. É o período de exaltação no caminho daqueles que servem a Deus.
                                            Outro momento de Choro e Humilhação na Vida de José, é quando a esposa de Potifar acusa o mesmo de tentativa de “estupro”, colocando mais uma vez a vida e a integridade de José em risco, um período de humilhação com tamanha acusação. Porém, dentro do presídio Deus pretendia exaltar a José.   
                                             Dentro da prisão Deus envia o copeiro mor e o padeiro mor com sonhos complexos, que somente com orientação divina poderiam ser interpretados corretamente. Deus estava abrindo mais uma porta de exaltação para José, embora já tenha enaltecido a José no presídio, quando o diretor nomeou José como o vice-diretor do Presídio.
                                               Conforme as interpretações dos sonhos as coisas acontecem e José é chamado por mensageiros de faraó para interpretar dois sonhos de faraó. Deus lhe concede entendimento, uma inteligência notável e uma capacidade sem igual para administrar Recursos pequenos (presídio) médios (Casa de Potifar) e grandes Recursos (Egito).
                                                  Foi Nomeado como uma espécie de Primeiro Ministro do Egito José tem a oportunidade de humilhar seus irmãos. Por outra via seu irmãos exaltam a José quando se prostram perante ele, conforme os sonhos dos feixes e das estrelas que outrora quando adolescente teve na casa de seu pai Jacó. (Gn. 37:7-10 compare com Gn. 42: 9)  Deus já havia e estava exaltando a José no governo do Egito fazendo com ele caísse nas graças de todos e inclusive do próprio faraó.
                                                           Entretanto mesmo em estado de gloria e grandeza José continuava chorando, humilde... Ao rever seu irmão Benjamim, o caçula que ele vira quando era apenas uma criança, ele se surpreende ao ver Benjamim jovem e crescido diante de seus irmãos e retorna ao choro.
Gn. 43: 30 - E José apressou-se, porque se lhe comoveram as entranhas por causa de seu irmão, e procurou onde chorar; e, entrando na sua câmara, chorou ali.

                                         Depois torna a chorar com seus irmãos; tomado pela emoção...
Gn. 45: 14 Então se lançou ao pescoço de Benjamim seu irmão, e chorou; e Benjamim chorou também ao pescoço dele.
15 E José beijou a todos os seus irmãos, chorando sobre eles;
depois seus irmãos falaram com ele.
Jacó na caravana para Reencontrar José

                                                 Por fim chora ao Rever seu amado pai Jacó depois de vários anos sem vê-lo com grande amor, saudade...
Gn. 46: 29 Então José aprontou o seu carro, e subiu ao encontro de Israel, seu pai, a Gósen; e tendo-se-lhe apresentado, lançou-se ao seu pescoço,
e chorou sobre o seu pescoço longo tempo.

Assim foi o ministério de José regado com lágrimas, humilhação e exaltação, além de muita proteção de Deus e Fé num Deus que muda a sorte de seus fieis. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…