Pular para o conteúdo principal

Padre anuncia fim de missa aos domingos na Catedral de Fortaleza


Padre anuncia fim de missa aos domingos na Catedral de Fortaleza

Pároco afirma que só vai retomar as celebrações quando feira de comércio popular em frente à igreja acaba.


O pessoal bateu palmas, mas teve umas velhinhas que choraram”, conta o padre
Ir a uma missa de domingo na Catedral Metropolitana de Fortaleza, no centro da cidade, tem sido uma experiência semelhante a visitar uma rua de comércio popular. Há dois anos, os portões e a calçada que cercam a Igreja da Sé servem de cabide e vitrine para feirantes da região.
Em meio a uma crise de stress provocada pela situação e pelas constantes reclamações dos fiéis, o pároco anunciou no último domingo (6) que não irá celebrar missas enquanto o problema não for resolvido pela Prefeitura de Fortaleza.
O comércio irregular se mudou para a Igreja da Sé em 2009. Naquele ano, a Prefeitura de Fortaleza expulsou os feirantes da Praça Pedro 2º, localizado do outro lado da rua. Uma parte foi transferida para um centro comercial na periferia da cidade. Outra foi para o município de Maracanaú, na região metropolitana. Restaram alguns. Eles resolveram ficar porque não queriam perder a clientela fixa. Com a praça ocupada pela Guarda Municipal, o problema se transferiu para a vizinha Catedral.
“Eu não posso reclamar. Deixei passar da praça para a catedral porque me dói o coração. Essas pessoas estão querendo ganhar o pão de cada dia. O que estou fazendo é me retirar porque não aguento mais a pressão”, admitiu o padre Clairton Alexandrino, pároco da Igreja da Sé.
Esses feirantes comercializam calcinhas, cuecas, pijamas e vestidos. A mercadoria fica exposta nas grades dos portões que cercam a catedral e no chão da calçada. São dezenas de comerciantes. Com os produtos e o movimento da clientela, os acessos para a igreja ficam bloqueados. Além disso, quando os fiéis chegam para a missa, o estacionamento privado já está lotado. “Eles chegam cedo, ainda de madrugada, e quebram os cadeados para os carros entrarem. A igreja está tendo prejuízos”.
Ainda tem a sujeira deixada pelos comerciantes.
Segundo o pároco, a igreja precisou contratar um funcionário a mais só para dar conta do lixo acumulado pelo movimento dos feirantes. “O rapaz da limpeza encontra fezes”, conta.

As missas
Mais de mil fiéis vão às missas de domingo celebradas pelo pároco. Quando ele anunciou a decisão no último domingo (6), os fiéis reagiram de formas distintas. “O pessoal bateu palmas, mas teve umas velhinhas que choraram”, conta o padre.
O sacerdote está à frente da catedral há 12 anos. Nem na última grande reforma pela qual a igreja passou, concluída no mês de julho, foi preciso interromper as missas e a visitação. “É a primeira vez na história. Na reforma a gente ia fazendo pedacinho por pedacinho e continuava recebendo os fiéis”.
O padre decidiu fechar a igreja só agora porque a situação se tornou insustentável para ele. ”Estou sendo pressionado a tomar uma medida extrema. Não tenho condição de exercer o ministério, mas expulsar essas pessoas não é papel do pastor", ponderou o padre.
O comércio de confecção, tanto de varejo quanto de atacado, é bastante movimentado no centro de Fortaleza. Dezenas de ônibus partem de vários lugares do Norte e Nordeste levando os chamados sacoleiros para comprar esses produtos na cidade. O centro, ao longo dos últimos 15 anos, acabou concentrando essas feiras a céu aberto. Elas se estendem do por várias ruas e passaram a ocupar prédios antigos e terrenos da região, antes abandonados.
A reportagem do iG entrou em contato com a Secretaria Executiva Regional do Centro de Fortaleza (Sercefor), responsável pelo ordenamento da região, mas não recebeu nenhum posicionamento sobre o problema até às 18h desta segunda-feira.

Notícias Cristãs com informações do G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")