Pular para o conteúdo principal

As Diferenças entre o Cristão e o Religioso





O Cristão prega a Bíblia Sagrada completa como Cristo pregava 
(2ª Tm. 3: 15-17);
·         O Religioso prega a Bíblia incompleta como Cristo não pregava
 
·         O Cristão prega o que convém a Cristo;
O Religioso prega o que convém a Religião
(1ª Tm 4:1-7)

·         O Cristão segue a Cristo; o Religioso segue a Religião (At. 5: 36,37).

·      O Cristão adora a Cristo, o Religioso adora tudo da Religião 
(Ap. 21:8/ Ap. 22: 15)

·         O Cristão não idolatra ídolos humanos, ídolos de barro, pedra, gesso, madeira...
·         O Religioso idolatra ídolos humanos, ídolos de barro, pedra, gesso, madeira... (Ap. 21:8/ Ap. 22: 15)

·         O Cristão serve a Cristo; o Religioso serve a Religião (Mt. 23:13-39)

·         O Cristão aprende os Ensinos de Cristo; o Religioso aprende os ensinos dos Homens

·         O Cristão procura conhecer a Doutrina de Cristo, o religioso procura conhecer a Doutrina da Religião

·         O Cristão se alimenta da Palavra de Cristo (Mt. 4: 4); o Religioso vive a Palavra dos homens

·         O Cristão dispensa as filosofias humanas que contrariam sua fé em Cristo, o Religioso abraça as filosofias humanas que abalam sua fé na Palavra de Deus (Cl. 2:8)

·         O Cristão ver em Cristo a Salvação (at. 4: 12), o Religioso ver a Salvação na Religião

·         O Cristão ouve a Palavra de Deus e pratica, o religioso ouve a palavra de Deus e não pratica (MT. 7: 24-27)

·         O Cristão ver os métodos de Cristo como solução de seus problemas (Jo. 14: 13,14), o religioso ver os métodos da religião como solução de seus problemas

·         O Cristão aponta Cristo solução dos problemas ( Mt. 11: 28-30), o religioso aponta a religião como solução dos problemas

·         O Cristão ver Cristo como Caminho, Verdade e Vida (Jo. 14:6); o Religioso ver a Religião como Caminho, verdade e Vida.

·         O Cristão examina a Bíblia Sagrada para saber se seus conceitos estão certos (Jo. 5: 39); o religioso examina livros para saber conceitos estão certos.

·         O Cristão se aprofunda nos Ensinos de Cristo (Sl. 1) , o religioso se aprofunda nos ensinos da Religião ou relaxa e diz que já sabe de tudo.

·         O Cristão explica a Mensagem de Cristo, o religioso complica a Mensagem de Cristo (2ª Tm. 3: 16,17)

·         O Cristão adota hábitos e costumes de Cristo, o religioso adota hábitos e costumes da Religião (1ª Tm. 4: 1-5)

·         O Cristão aprende e ensina as Doutrinas de Cristo, o religioso aprende e ensina doutrinas de homens (2ª Pe. 2: 1-3)

·         O Cristão aceita a Bíblia completa como verdade e fundamento de Fé (2ª Tm. 3: 16); o Religioso rejeita a Bíblia por completo, ou aceita apenas parte dela como fundamento, fé e verdade.

·         O Cristão é perseguido pelos religiosos; os religiosos perseguem os cristãos (2ª Tm. 10-12)

·         O Cristão tira Cristo da Cruz; o religioso coloca Cristo na cruz

·         O Cristão segue os preceitos e mandamentos de Cristo, o religioso segue os preceitos e mandamentos de homens

·         O Cristão não é tradicional, não é pentecostal, não é neo-pentecostal... O Religioso é tradicional, ou pentecostal, ou  neo-pentecostal...

·         O Cristão não é supersticioso e nem acredita em fabulas, o religioso é supersticioso e acredita em fábulas (1 ª Tm 4: 7)

·         Os Cristãos ganham Almas para Cristo, o religioso ganha almas para a Religião

·         Os Cristãos não pregam heresias, os religiosos pregam heresias (2ª Pe. 2: 1-3)


Os cristãos ora humildemente pedindo perdão por seus pecados, o Religioso ora soberbamente sem pedir perdão por seus pecados (parábola do publicano e o fariseu) 


·         Os cristãos conhecem a Bíblia completa, os religiosos conhecem apenas o que seus líderes lhes ensinam (2ª T, 3: 13-17)

·         Os Cristãos são profundos conhecedores da Bíblia; os religiosos são rasos conhecedores da Bíblia (Mt. 22:29)

·         Os Cristãos buscam Dons do Espírito Santo para Operar Milagres e Maravilhas em Nome de Jesus (Mc. 16: 15-18/ 1ª Co. 12) Os religiosos blasfemam dizendo que tais milagres e maravilhas são operação do diabo. (Lc. 11: 14,15)

·         Os Cristãos possuem dom de Discernimentos de Espírito para identificar quando Deus está agindo, ou quando o Diabo e/ou homem age. (1ª Co. 12: 10)

·         Os cristãos oram e vigiam aguardando a volta de Cristo (Lc. 12: 35-40/Mt. 25), o religioso reza, faz vãs repetições (Mt. 6:5-7) 

·         Os Cristãos explicam a Bíblia de modo claro e objetivo dissipando dúvidas; os religiosos complicam, Obscurecem  a Bíblia e trazem dúvidas. (2ª Tm. 3: 13- 17)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")