Pular para o conteúdo principal

Como será a Volta de Cristo?



I – Todos conseguem ver a Volta dos falsos cristos?
Ap. 1:7 Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.


                                    O Inry Cristo do Brasil (o qual se apresenta como o Cristo encarnado) para justificar a sua “volta” limitada e imperceptível, interpreta o texto sagrado mais ou menos assim:
“Eu vim sobre as nuvens de avião e diante da TV todos estão me vendo” diz ele.
                                    Porém, o pobre infeliz não tem em suas mãos, nem nos pés, nem ao lado da costela, as marcas da cruz. Do mesmo modo o José Luiz Miranda (O Jesus Homem). Nem as tribos da terra se lamentaram sobre eles. Pois eles não passam de desconhecidos, com ânsia de ficarem famosos, e são no mínimo desequilibrados... O Inry com uma coroa de pano na cabeça, interpretando um personagem fica até engraçado para o público, por outro lado é um personagem fictício que só existe no mundinho dele.
                                   O Jesus Homem (José Luiz Miranda) tem um parecer muito parecido com o ponto de vista do Inry Cristo, ele acrescenta a internet onde todos podem vê-lo, mas para isso tem que digitar no site de busca, caso contrário ninguém toma conhecimento dele.
                                   Diante dos falsos cristos o cego continua cego, os animais não reconhecem os tais como seu criador e senhor, Nem os homens em sua totalidade concordam que estes sejam o Cristo. Eles não conseguem convencer as nações e nem tem poder para curar os paralíticos, os loucos. As tribos espalhadas não se lamentam e nem consegue ver a gloria deles. Aliás a gloria deles está no dinheiro, no luxo, na vaidade...
Mt. 24: 30... É todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.


Nem os astros celestes...

                                   O Sol continuar a brilhar, a lua continua com sua luz, as estrelas não se abalam e o mar não se agita. Os escolhidos não são arrebatados para as nuvens para se encontrar com ele nas nuvens.
                     Lc. 21: 25 E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
26 os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo;
 porquanto os poderes do céu serão abalados.

                                   Todavia, estes falsos cristos somente servem de base e sinal para provar que a Volta do Verdadeiro Cristo se aproxima.  
Mc. 13: 21 Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo!
Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis.
22 Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas,
 e farão sinais e prodígios para enganar,
se possível, até os escolhidos.
23 Ficai vós, pois, de sobreaviso;
eis que de antemão vos tenho dito tudo.

                                    O Aparecimento dos falsos cristos foi prenunciado por Cristo quase dois milênios antes. O Verdadeiro Cristo prenunciou que muitos seguidores seguiriam a estes falsos cristos.

Mt. 24:4 Respondeu-lhes Jesus:
Acautelai-vos, que ninguém vos engane.
5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo:
Eu sou o Cristo; a muitos enganarão.


II – A Volta do Verdadeiro Cristo
 Ap. 1:7 Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.

                                   A Volta desses falsos cristos é somente vista por alguns, a maioria não consegue ver e ignora. Mas a Vinda do Cristo, o Filho do Deus Altíssimo será vista por todos, até os olhos dos cegos se abrirão e verá a sua Glória, seu resplendor...
                                   Todo o olho o verá... Inclui até os olhos dos animais que reconhecem Cristo Jesus como Criador, rei dos Reis, Senhor dos Senhores e pai da Eternidade.
                                   A sua Presença será notada entre os judeus e gentios, o seu Espírito de Graça e de Súplica será derramado. Suas marcas de cruz serão observadas por todos e não ignoradas.
                                   Virá de modo convincente a tal ponto de prantearem e chorar amargamente por ele como se chora por um filho primogênito.

Zc 12: 10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o espírito de graça e de súplicas; e olharão para aquele a quem traspassaram, e o prantearão como quem pranteia por seu filho único; e chorarão amargamente por ele, como se chora pelo primogênito.


III – Sinais na Terra, no Mar e nos Céus  

                                   O Sinal da Vinda de Cristo será real, notável, global, abrangente, envolvente, perceptível, incontestável...

                                   Lc. 21: 25 E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
26 os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo;
 porquanto os poderes do céu serão abalados.
27 Então verão vir o Filho do homem em uma nuvem, com poder e grande glória.

a)   Sinais na Terra – Tribulação
                                   Haverá um período de grande tribulação sobre a face da terra, como nunca se viu antes. Crise Econômica (fome), doenças, guerras, terremotos, perseguição aos Cristãos, Revoluções... (Mt. 24: 5-7)


b)   Sinais nos Céus – Sol, Lua e Estrelas serão abalados (pegar o hino Fiel e Verdadeiro Voz da Verdade)

                                    Depois desse período de Tribulação as estruturas dos astros celestes serão abaladas antes da Vinda do Verdadeiro Cristo Bendito.

Mc. 13: 24 Mas naqueles dias, depois daquela tribulação, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz;
25 as estrelas cairão do céu, e os poderes que estão nos céus,
serão abalados.

                                    O Sol escurecerá, e a lua não dará mais luz, as estrelas dos céus cairão, os céus serão abalados de modo que toda a humanidade poderá observar.


c)    Sinais no Mar – Ondas Assustadoras
                         
Lc. 21: 25... E sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
26 os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo;
                                   Os Tsunamis (ondas gigantes) que atingiram as ilhas de Sumatra e o Japão são pequenas amostras do que pode vir antes da Vinda Gloriosa do Filho do Homem, Cristo Jesus, o Todo Poderoso.
                                    

IV – O Arrebatamento dos Escolhidos
 
Mt. 24: 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem...

                                   As tribos da terra independente de sua raça, idioma, crença, filosofia, cultura... Perceberão o retorno do Filho do Homem sobre as nuvens com poder e Grande Gloria. Haverá consenso entre os leigos e os sábios que o motivo é para lamentação para os moradores da terra que vão ficar após o arrebatamento.

Mt. 24: 30... É todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

                                   Todo hão de ver os sinais no sol, na lua e nas estrelas, até o Mar será agitado e seu bramido será grande a tal ponto a angustia.

                                   Cristo não virá somente como um sinal entre as nuvens, ele vai, além disso, na volta de Cristo está o ajuntamento dos escolhidos em todas as partes da terra (leste, oeste, norte e sul), todos os seus escolhidos espalhados na terra se reunirão com Cristo.

Mt. 24: 31 E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.

                                   Os Escolhidos serão reunidos sem demora, assim que o Verdadeiro Cristo, o desejado das Nações, o Príncipe da Paz retornar.

Mc. 13: 27 E logo enviará os seus anjos, e ajuntará os seus eleitos, desde os quatro ventos,
desde a extremidade da terra até a extremidade do céu.

1ª Tessalonicenses . 4: 14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.
15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem.
16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.
18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")