Pular para o conteúdo principal

Jacó e Esaú




Isaque pede para Esaú preparar um Guisado

                             Como se fosse uma Ironia, Isaque pai de Esaú pede um Guisado, o que será que se passou na cabeça de Esaú? Será que ele se lembrou que havia trocado o direito de primogenitura por um guisado de lentilhas? 

                           Parece que a historia se repetia a única diferença era a posição dos personagens, mas o Tema e os elementos eram os mesmo, observe:

As Semelhanças

1.     Esaú saiu para o Campo compare Genesis 25: 29 com Genesis 27: 3   
2.     Um Guisado saboroso com Pão (Gn. 25: 34 comp. 27: 4,17)
3.     O Tema: Direito de primogenitura (Gn. 25: 31-34 comp. Gn. 27: 36)
4.     A Vantagem de Jacó e a Desvantagem de Esaú (Gn. 25: 29 comp. Gn. 27: 9-17)
5.     Astucia de Jacó e a Tolice de Esaú (Gn. 25: 30-34 comp. Gn. 27: 10-20)
6.     Nas duas situações Jacó lucrou e Esaú ficou no prejuízo (Gn. 25: 33,34 comp. Gn. 25: 27-29/Gn. 27: 38-40)

As Diferenças:
1.     Na primeira vez Guisado de Lentilhas (Gn. 25: 34) na vez segunda Guisado de cabrito (Gn. 27: 9)
2.     Na primeira vez Esaú saiu ao Campo por qualquer motivo (Gn. 25: 29) na segunda vez Esaú saiu ao campo para caçar (Gn. 27: 3)
3.     Resultados: Jacó na primeira vez Jacó pegou o Direito de Primogenitura e na Segunda a pegou Benção de Esaú (Gn. 27: 34-36)
4.     A Participação direta de Isaque e Rebeca na primeira vez não houve
5.     Na primeira vez não preparou o guisado para comer e na segunda vez Esaú teve que preparar o guisado para servir ao pai
6.     Na primeira vez Jacó preparou o guisado de lentilhas na segunda vez preparou com sua mãe o guisado de cabrito

A Astúcia de Rebeca, a mãe protetora

                  Ouvindo que seu marido desejava derramar a benção celestial sobre Esaú decidiu intervir instruindo a Jacó para tomar posse da Benção em lugar de Esaú. Decide preparar um guisado de cabrito para enganar o marido e oferecê-lo por meio de Jacó. Chama-nos atenção o temor e a obediência de Jacó, (Gn. 27: 9-14) vamos destacar aqui alguns detalhes dos planos de Rebeca.

1.     Ficar atenta a conversa do marido com o filho (Gn. 27: 6,7)
2.     Instruir a Jacó de como tomar posse do irmão (Gn. 27: 8-17)
3.     Preparar um Guisado de cabrito, o gosto seria semelhante à carne de cervo (Gn. 27: 9-14)
4.     Dar cobertura para Jacó alegando que a maldição viesse sobre ela e não sobre Jacó. (Gn. 27: 12,13)
5.     Providenciar uma das vestes de gala de Esaú (Gn. 27: 15)
6.     Cobrir a lisura de Jacó com pele de cabritos (Gn. 27: 16)

   
                                A Astúcia de Jacó
 
1.     De comum acordo com a mãe se submeter a enganar o pai para alcançar a benção do irmão (Gn. 27; 8-17)
2.     Pensou na possibilidade de maldição ao invés de benção (Gn. 27: 12,13)
3.     Concordar com o plano de sua mãe, ele podia discordar (Gn. 27: 14)
4.     Vestir a roupa de Esaú e se passar por ele (Gn. 27: 15)
5.     Cobrir-se com peles de cabritos para disfarça-se em Esaú (Gn. 27: 16)
6.     Servir o Guisado de cabrito para o pai como se fosse um guisado de uma caça (Gn. 27: 17-19)
7.     Apresentar-se como Esaú escondendo sua verdadeira identidade (Gn. 27; 18-24)
8.     Fingir que havia caçado e preparado o guisado que o pai havia solicitado a Esaú (Gn. 27: 19,20)
9.     Mentir descaradamente para o pai colocando Deus no meio de sua mentira (Gn. 27: 21)
10.                       Trouxe vinho para o pai (Gn. 27: 25)
11.                       Beijou o pai e continuou enganando o pai (Gn. 27: 26,27)
12.                       Recebeu a benção em lugar de Esaú (Gn. 27: 27- 29) 

                           
A Decepção de Esaú

                              Depois de caçar e preparar um guisado saboroso chega até o pai para servi-lo e ser abençoado, logo vem à notícia bombástica e decepcionante:

“Então lhe disse Isaque, seu pai: Quem és tu? E ele disse: Eu sou teu filho, o primogênito, Esaú. Então, estremeceu Isaque de um estremecimento muito grande e disse: Quem, pois, é aquele que apanhou a caça e ma trouxe? Eu comi de tudo, antes que tu viesses, e abençoei-o; também será bendito... Veio o teu irmão com sutileza e tomou a tua benção”. (Gn. 27: 32-35)

Os efeitos da Decepção:

1.     Bradou com grande voz e mui amargo brado (Gn. 27: 34)
2.     Relembrou as vezes que Jacó usou de sutileza com ele (Gn. 27: 36)
3.     Correu atrás das ‘Sobras’ da Benção (Gn. 27: 36-38)
4.     Chorar e lamentar tardiamente (Gn. 27; 38)

Breves semelhanças e diferenças entre Esaú e Caim
  
A.   Semelhança

1.     Relaxo descaso, descuido com as coisas sagradas (Gn. 4: 5 comp. 25: 34)
2.     Inveja da prosperidade do irmão (Gn. 4: 5/ Gn. 27: 41)
3.     Amargura de espírito (Gn. 04: 4-6 comp. 27: 34)
4.     Odiar a Jacó (Gn. 04: Gn. 27: 41)
5.     O Desejo de matar o irmão (Gn. 27: 41)
6.     Ambos Caim e Esaú planejaram assassinar o irmão
7.     Caim e Esaú foram castigados com trabalhos pesados (Gn. 4: 12/ Gn. 27: 40)

B - Diferenças

1.     Jacó enganou a Esaú, enquanto Abel não usou de engano com Caim
2.     Esaú não matou a Jacó, enquanto Caim matou Abel
3.     A Ira de Caim veio por causa de uma oferta ao Deus El Shaday e a Ira de Esaú veio por causa de uma Benção do Deus El Shaday
4.     Esaú mais tarde se reconciliou com o irmão


As conseqüências dos Erros de Esaú (Gn. 27: 37- 40)

·        Jacó como seu senhor
·        Servir como servo de Jacó
·        Ver Jacó munido de fartura, a qual seria para Esaú
·        Jacó fortalecido de trigo (pão) e mosto (bebida) enquanto Esaú estava enfraquecido de pão e água (Gn. 27: 39)
·        Morar longe da fartura da terra
·        Morar no deserto (Gn. 27: 39)
·        Viver pela espada (Gn. 27: 40)
·        Servir a Jacó
·        Aguardar o tempo para ficar livre do jugo do irmão
·        Inveja do irmão


A Proteção de Rebeca

                                A Ira de Esaú era notável, chegou ao ponto de comentar sobre suas intenções de matar a Jacó após a morte de seu pai. Isso chegou aos ouvidos de Rebeca, a qual estava sempre atenta aos assuntos de sua casa. (Gn. 27: 42) Mais uma vez Rebeca aconselha a Jacó e ele obedece a sua mãe e parti para a casa de sua parentela (Gn. 27: 42-46) com pelo menos quatro objetivos:

Alguns objetivos de Rebeca ao enviar Jacó para sua Parentela
 (Gn. 27; 42-46)

1.     Proteger a sua vida que estava sendo ameaçada por Esaú (Gn. 27: 42)
2.     Enviar Jacó para meio de sua parentela e não para conhecidos (Gn. 27: 43)
3.     Aplacar o ódio de Esaú (Gn. 42: 44)
4.     Evitar ficar desfilhada duas vezes (Gn. 27: 45)
5.     Providenciar um casamento com sua parentela como era o desejo de Abraão (Gn. 27: 46)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")