Pular para o conteúdo principal

O Dízimo e a salvação



 
                                    O dízimo ou décimas partes (10%) é algo precioso para obra de DEUS e principalmente para a pessoa que contribui, porque essa pessoa receberá recompensa por isto.
                                    O Ato de devolver o dízimo é um teste de fé, a falta de pratica de devolver dízimo é sinal de falta de fé, de infidelidade com Deus, negar ajuda ao próximo, e negar ajuda para Obra de Deus na Terra.
                                    Não podemos afirmar que o dízimo salva, mas analisando as Sagrada Escritura entende-se que o dízimo faz parte da salvação, assim como o batismo, pois o batismo, não salva, porém é um dos pré-requisitos, um dos mandamentos de Cristo para seus servos.
                                    Algumas seitas, e religiões ensinam que o dízimo fazia parte da lei, e como parte integrante da lei, o dízimo foi abolido, porque não vivemos mais debaixo da lei, sim debaixo da graça.
                                    Tal ensino é equivocado e herege, por pelo menos duas razões:

1 – Embora fazendo parte da Lei, O Dízimo existia antes da lei, e é uma Atitude que Deus espera de seus servos fieis desde a fundação do mundo, tanto é que Abraão nosso pai na Fé já dizimava.

E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho;
e era este sacerdote do Deus Altíssimo.
E abençoou-o, e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo,
o Possuidor dos céus e da terra;
E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos.
E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo. 
Gênesis 14:17-20

2 - No Novo Testamento Cristo apresenta o dízimo como um dever.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas. 
Mateus 23:23

                                    O dízimo é um preceito divino antigo que quando a lei mosaica foi estabelecida, o dízimo foi incorporado na lei. Todavia, o dízimo continua sendo uma obrigação do crente fiel.
  Cristo apresenta o dízimo como um dever, ele, não condena os fariseus e os escribas pelo ato dizimar, ele chama-os de hipócritas por que eles eram fiéis dizimista em tudo, mas não praticavam justiça, a misericórdia e a fé.

 Note a importância do dízimo:

a) Como poderia praticar o juízo se eu não sou dízimista? Negar o dízimo é um ato de injustiça, com DEUS e com os homens.

b) Misericórdia é o ato de se compadecer do próximo principalmente com os inimigos, o que tem haver o dízimo com a misericórdia?
Tudo, o ato de dizimar é uma atitude de misericórdia com a obra de DEUS e com os homens, pois a obra de DEUS ajuda os oprimidos e desvalidos.

c) Fé, o dízimo é um ato de fé, por que o fiel dízimista crer que DEUS abrirá as janelas dos céus e derramará sobre ele uma benção tal que dela virá a maior abastança. Enquanto aqueles que negarem o dízimo, duvidam dessa promessa, isto é falta de fé.
                       
  A palavra Fé no grego seu significado abrange ‘’fidelidade’’. Quem nega o dízimo estás sendo infiel com DEUS.
 Nesse caso o dizímista fiel se enquadra perfeitamente em MAT 23: 23. No sentido positivo, referindo-se ao ato de oferecer a DEUS o juízo, a fé, a misericórdia e o dízimo. Por outro lado a pessoa que não dízima está cometendo pelo menos 3 erros gravíssimos.

1 - Está roubando a DEUS

Malaquias 3:8 -12

Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis:
 Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais,
sim, toda esta nação.
Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril,
diz o SENHOR dos Exércitos.
E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o SENHOR dos Exércitos. 
Malaquias 3:7-12

Roubando os homens somos condenados (1ª Co. 6: 9,10)

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.


Ora, resta-nos a pergunta: Roubando a DEUS seremos salvos? (O que diz sua consciência?) Quem nega o dizimo é ou não uma pessoa avarenta e desprovida de confiança em Deus? Quem nega ou rouba o dízimo se enquadra entre os Roubadores do Reino de Deus?


2 - Viola os dois maiores mandamentos de lei que Cristo ensinou:

Mestre, qual é o grande mandamento na lei?

E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo

 o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu

 pensamento.

Este é o primeiro e grande mandamento.

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu 

próximo como a ti mesmo.

Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.
 
Mateus 22:35-40


a) Amarás o SENHOR teu DEUS com todo o coração, com toda tua mente, força e alma.

Como amamos a DEUS com todo o coração, força alma e mente se não dizimamos?

b) Amarás o teu próximo como a ti mesmo, o alvo da obra de DEUS é resgatar as almas, praticar a obra de caridade, de misericórdia (assistência social) às pessoas carentes. Quando negamos o dízimo, negamos ajuda também a estes.


3 - Malaquias 3 :10 e 11 

                                     Negando o dízimo estamos abrindo todo o espaço necessário para o maligno atuar em nossas finanças, uma entidade maligna chamada DEVORADOR, para impedir nossa prosperidade financeira. E isto não pode ser considerado um acerto e sim um erro.
                                    Além do mais a palavra dízimo no hebraico traz consigo uma promessa divina de prosperidade. DÍZIMO ma´asa  significa tornar –se rico  , prosperar, enriquecer...
                                    Todo dízimista está predestinado a prosperar, tornar-se rico, desde que ao devolver o dízimo a DEUS, pedindo a sabedoria e o dom da prosperidade e colocando DEUS a prova corretamente.

E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus.Eclesiastes 3:13

E a todo o homem, a quem Deus deu riquezas e bens, e lhe deu poder para delas comer e tomar a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus.Eclesiastes 5:19



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…