Pular para o conteúdo principal

Jesus o Maior Manifestante de todos os Tempos- 4ª Parte

 I Manifestou contra as Nossas inúteis Ansiedades
 

                                 Como o maior Psicólogo de todos os tempos nos ensinou a lidar com a vida de maneira sucinta e prática. Garantindo-nos o pão de cada dia, água e roupas, para tal deixou a seguinte parábola para nossa meditação. 

Mt. 6: 31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?
32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.
33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

                                   Somos alimentados por Deus e, não por nossa força ou vontade, pois há quem ganhe muito e passe fome, e há quem ganhe pouco, comendo e bebendo tão bem, quanto quem ganha muito, isso quem determina é Deus por sua vontade e poder.
                                   Também deixou seu manifesto contra as preocupações desnecessárias para o Dia do amanhã, quando este dia, só pertence a Deus, o qual já decidiu com quem vai dividir o dia de amanhã, pois este dia muitos dos que hoje vivem não estarão nele, portanto, suas preocupações com este dia forma vãs e inúteis. 

Mt. 6: 34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

                                   E Além do mais, o que considero o mais importante de tudo, é o fato de Jesus está conosco todos os dias até a consumo dos séculos, diante de qualquer adversidade.  


Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.


  
II- Manifestou contra a testemunha Falsa

Jesus reprova em todos os aspectos e sentidos a Testemunha falsa, que usa de calunia e difamação, aliás, é uma das sete coisas que Deus mais abomina na face da terra. (Ler Provérbios 6: 16-19)

Mt. 5:33 Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos.
34 Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus;
35 nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei;
36 nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto.

                                   Manifestou-se contra a mentira, e a indecisão, o fato de ficar em cima do muro, não é bem visto, por Cristo, ele nos informa que aquele que não diz sim ou não, mas fica indefinido é procedente do Maligno.

Mt. 5: 37 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno.


III- Manifestou em favor do Amor ao Próximo e principalmente aos Inimigos

Acima de qualquer entidade de caridade ou denominação religiosa, e ainda qualquer filosofia, Jesus deixou-nos o seu manifesto de Amor seguido de caridade, boas obras para com nossos semelhantes, em especial os nossos inimigos, nos quais teremos a maior recompensa fazendo o bem a eles, ao invés de retribuir aos tais com a mesma dose ou maior medida de maldade que estes nos infringiram. Seu protesto foi taxativo no incentivo a solidariedade:

Mt. 5:42 Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes.

Mt. 5:43 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo.
44 Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem;
45 para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.
46 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo?
47 E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo?
48 Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.


                                   A Força e poder da Guerra nunca conquistaram o coração de nossos maiores Adversários, apenas parte ou totalmente seu território com derramamento de sangue; porém, a Força e o Poder do Amor podem conquistar além do território, alcança o coração e a afeição do Inimigo, fazendo dele um importante e vital aliado.  Jesus através de seu manifesto deixa claro que o Amor mina as forças de nossos inimigos, nutrindo neles um sentimento de admiração e respeito por nós, até ao ponto de ceder e fazer cessar os conflitos.


III -

Veja Também 





Aguarde continuação em: Jesus o maior Manifestante de todos os Tempos - 5ª Parte 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”.Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais;2)Cegueira Por causa dos próprios pecados.3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                   …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                             Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                         Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")