Pular para o conteúdo principal

O Diluvio foi Universal ou Restrito?Parte 1

O Diluvio foi Universal ou Restrito?
                                   O Tema em questão tem sido instrumento de debates acalorados em Universidades e centros teológicos, e também no seio da população em geral. Há várias duvidas pertinentes ao Diluvio, mas a que vou tratar aqui é acerca do assunto, se, o Diluvio foi o Universal ou Restrito? Noé e sua Arca enfrentou um Diluvio de Proporções limitadas a uma região do globo terrestre ou um Diluvio cujas águas cobriram toda a Terra? Para chegar a uma conclusão concreta, vou utilizar a Bíblia como fonte do relato do Diluvio e a Ciência para saber se o Relato do texto sagrado tem base na Ciência.

1)      I Segundo o Relato da Bíblia

No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram,
E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.
E no mesmo dia entraram na arca Noé, seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher e as mulheres de seus filhos. Gênesis 7:11-13
E durou o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra.
E prevaleceram as águas e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas.
E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.
Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos. Gênesis 7:16-20
                        Moisés o autor do Relato Bíblico de Genesis informa que as águas:
“E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos. Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos”
                        Será que com estes acontecimentos o volume das águas seria suficiente para inundar toda a Terra? Explica de onde vieram as águas:
        I.            Rompimento de todas as fontes de águas do Grande Abismo
      II.            Abertura das Janelas dos Céus
    III.            Duração de 40 Dias e 40 noites de Chuvas


                                             I.            Rompimento de todas as Águas do Grande Abismo


a)      Bíblia

A Bíblia Sagrada não contradiz a si mesma, ela comunica que outrora, a Terra era totalmente coberta de água, até a segunda fase da criação.
  
E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas.
E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi.
E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.
E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi.
E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom. Gênesis 1:6-10

b)      Ciência

                 A Ciência confirma a existência de águas abaixo da superfície da Terra, e o mais espantoso é que Cientistas estimam que a quantidade de águas abaixo da superfície da Terra varia de 3X a 10X a quantidade existente acima da superfície do globo terrestre.
                 Então, o relato Bíblico não está longe da verdade, ou melhor, o relato bíblico é verdadeiro, porque se rompendo as águas dos Abismos, de fato pode cobrir toda a Terra.


                                           II.            Abertura das Janelas dos Céus

Temos água na atmosfera, e a quantidade de água é imensa, podendo inundar cidades inteiras. As fortes chuva India, China e Bangladesh tem sido prova de tão catastrófica pode ser as chuvas. Algumas cidades da Região Nordeste do Brasil até hoje tenta se recompor das terríveis consequências das fortes chuvas de 2012 (Vídeos abaixo de enchentes)




                                         III.            Duração de 40 Dias e 40 Noites de Chuvas


A Duração da chuva é um fator determinante para inundações, pois chuvas de 01 a 03 dias podem alagar cidades, comprometendo o transito e invadindo casas em áreas mais baixas da cidade. Enquanto, que chuvas intensas entre 5 a 7 dias colocam muitas Cidades em estados de emergência por causas dos transbordamentos de rios, lagos e represas, em determinadas circunstancias. 
Então, diante do Rompimento das Fontes do Grande Abismo cujo o volume das águas é estimada de 3x a 10x mais do que as águas existentes na superfície; por si só já teria condições de inundar a terra varias vezes. Considerando ainda a duração da Chuvas de 40 dias e 40 noites, tornaria o relato bíblico veraz, um Diluvio Universal.  





Força de enchente derruba prédios inteiros na China e outros vídeos - TV UOL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")