Pular para o conteúdo principal

Uso de Velas nas Cerimônias Religiosas


I – Uso de Velas de Cera em Cerimônia Religiosa

 
                                               A Partir de 320 d.C foi adotado o uso de velas em alguns Ritos Religiosos Católicos, mas precisamente em missas e velórios, festividades como pascoas e etc... Como parte integrante na cerimônia. Não havia energia elétrica, a iluminação era precária, mas não tais fatos não justificar o uso de velas como parte integrante essencial e simbólica na Cerimônia, como se a espiritualidade da cerimonia dependesse de algum modo da utilização de velas de cera.
                                               É interessante que em Cerimônias ocultistas, Obras de magia negras o uso de velas de cera é comum, e, costuma a variar nas cores indicadas para cada entidade e finalidade. As velas também Fazem parte de Ritos Satânicos e pagãos.
Na tradição católica acendem-se velas em homenagem e adoração aos santos durante as preces, como também com a finalidade de iluminar os mortos nos dias de Finados. Durante a missa mesmo luzes acesas pelo menos duas velas são acesas no altar para fazer parte do Rito, como se trouxessem luz espiritual no ambiente.
                                               Nada contra ao fato de acender uma vela durante uma cerimônia religiosa por falta de luz no ambiente noturno, apenas com a finalidade de iluminar o ambiente. Porém, quando o uso de velas atende uma série de crendices, mitos, superstições (...). Isso já foge dos Preceitos Sagrados Estabelecidos pela Bíblia, que nem se quer fala em velas.


II – A Iluminação no Velho Testamento

 
Nos tempos mais remotos os candelabros (castiçais) eram abastecidos com frequência com azeite de oliveira puro.
Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente.
Na tenda da congregação, fora do véu que está diante do testemunho, Arão e seus filhos as porão em ordem, desde a tarde até a manhã, perante o Senhor; isto será um estatuto perpétuo para os filhos de Israel, pelas suas gerações. Êxodo 27: 20-21
Esses objetos não eram reverenciados como instrumento de adoração ou como veiculo de ligação entre a pessoa e Deus. Os castiçais eram acesos para iluminar o ambiente, não possuíam poderes especiais o simbologia especifica que viessem servir como parte de um ritual, os candelabros com azeite de oliva puro possuíam apenas a finalidade de iluminar o ambiente.

III – A Jesus a Luz do Mundo

Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas. João 12:45-46
                                               Não há necessidade de Luz para iluminar os salvos que faleceram, se Cristo com eles, logo Cristo é luz dos Homens (humanos) tanto nessa vida quanto na outra. Quantos aqueles que foram lançados em trevas nenhuma luz aqui pode ilumina-los.
Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Mateus 22:13

É até irracional acreditar que uma vela de cera possa iluminar alguém que já faleceu que esteja em trevas, sabendo que lá as trevas são espirituais e não físicas como no mundo que vivemos. Para dissipar as trevas espirituais, é só Jesus, a Luz do Mundo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”.Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais;2)Cegueira Por causa dos próprios pecados.3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                   …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                             Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                         Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")