Pular para o conteúdo principal

Carta à Igreja de Esmirna - Estudo Bíblico

E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu:
Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são,
 Mas é a sinagoga de Satanás.
Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte. Apocalipse 2:7-11
 
                        Antes de tudo, vale salientar que a Igreja de Esmirna foi aquela ao lado da Igreja de Filadelfia, a qual Jesus não apresentou nenhum defeito.

E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: É um imenso privilegio para a Igreja de Esmirna, Jesus escrever-lhe uma Carta adereçada a ela para apontar seus acertos e erros, afim de aperfeiçoá-la para boa Obra com promessas de Salvação.  

Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: O Primeiro porque antes dele nunca houve nada e ninguém, e, o Último porque depois dele não haverá ninguém e absolutamente nada. Estas Declarações servem de base para a Divindade de Cristo.

Conheço as tuas obras...
Denota que a Igreja de Esmirna estava sendo observada de perto por Cristo. ELE estava atento a todas as Obras da Igreja. Para trazer a juízo e recompensar cada uma delas.

 E tribulação...  "Tribulação" é o termo geral na Bíblia para designar o sofrimento do povo de Deus. No AT as palavras sara e SAR ("estreitos" ou "aflição") pertencem a diversas intensa agitação interna (Sl 25:17; 120:1, Jó 7:11), a dor do parto (Jr 04:31 , 49:24), angústia (Jó 15:24;. Jeremias 6:24), e punição (I Sm 02:32;.. Jer 30:7). O thlipsis grego de thlibo ("a imprensa" ou "a barra em") muitas vezes serve para traduzir sara na LXX, e geralmente se refere a opressão e angústia do povo de Israel ou os justos (Dt 04:30, Sl . 37:39), enquanto que no NT thlipsis normalmente é traduzido "tribulação" ou "aflição". Fonte (http://mb-soft.com/believe/ttwm/tribulat.htm)

E pobreza (mas tu és rico)... Ao Contrário da Igreja de Laodicéia (Frígia), a Igreja de Esmirna contava com poucos recursos financeiros, mas, era de alguma forma “Rica” diante de Deus e dos Homens. Provavelmente uma Igreja muito agraciada por Deus.

 E a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são... Cercada e repleta de falsos judeus, os quais blasfemavam contra ela, esses falsos judeus fingiam-se zeloso, porém, eram caluniadores, mentirosos, blasfemos. Mas são membros da Sinagoga de Satanás. Mas é a sinagoga de Satanás.

Nada temas das coisas que hás de padecer...
As previsões para a Igreja de Esmirna não eram boas, Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias...” Todavia, havia uma Palavra Majestosa e Poderosa de animo: Nada temas das coisas que hás de padecer. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.

            Foram três predições de coisas que a Igreja iria padecer:

a)    Prisões
b)    Tentações
c)    Tribulações de 10 dias

As tribulações eram intensas; com certa margem de pobreza em determinados aspectos; além de blasfêmias lançadas por falsos judeus da Sinagoga de Satanás. Nem as Prisões, nem as tentações e nem as tribulações seriam duradouras, todavia, as bençãos seriam eternas. 

 Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida... Não há meio termo, a mensagem era clara, Sê fiel até à morte, alguns membros da Igreja de Esmirna iriam morrer. Porém, a Coroa da Vida Eterna estava garantida pelo Rei dos Reis e Doador da Vida.


Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas...
A Mensagem de Cristo se estende para todas as Igrejas. A Igreja, portanto, necessita está atenta em Ouvir (Guardar) dentro de si a mensagem de Cristo as Igrejas.

O que vencer não receberá o dano da segunda morte... O Prêmio como regra áurea e divina é justamente para os “Vencedores” e não para os derrotados no aspecto espiritual.

  • A Segunda Morte

                        A Segunda morte é aquela que vem depois do julgamento celestial, no qual alguns Ressuscitarão para a Vida Eterna e outros para a Vergonha Eterna. A Segunda morte está reservada para os Tímidos...  

.... E aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte. Apocalipse 21:8

                        Todos serão julgados conforme suas obras que estão registradas num livro, e todos os que não forma encontrados com o nome escrito no livro da vida serão lançados no Lago de Fogo; que é a Segunda Morte.
¶ E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo. Apocalipse 20: 10-15
Mas, aqueles que forem fieis até fim não passarão pela segunda Morte. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. Apocalipse 20:6



  • A Cidade Esmirna: Uma das Cidades mais antigas do mundo 
“Esmirna (em turco: İzmir; em grego: Σμύρνη; transl.: Smýrni; também conhecida noutras línguas como Smyrna e Smirne) é uma cidade do sudoeste da Turquia situada na Região do Egeu. É capital da área metropolitana (büyükşehir belediyesi) e da província homónima.
Em 2012, a população da área metropolitana era 3. 366. 947 habitantes, 3 o que faz dela a terceira maior cidade da Turquia, a seguir a Istambul e Ancara.4 No mesmo ano, o distrito de İzmir propriamente dito tinha 76 598 habitantes, dos quais 59.214 no que é considerado o centro urbano (merkez).5 A altitude média da cidade é de 30 m.
De acordo com estudos etimológicos sobre Esmirna, a palavra Smyrne, em grego, significa uma especiaria que em língua portuguesa se traduz como Mirra, ou seja Smyrne = Mirra.” Fonte: (WIKIPÉDIA)
                                   Esmirna é uma cidade litorânea também conhecida como o Porto Perfumado e “Flor da Ásia”, por causa do Comércio de Mirra, donde vem seu nome, vale salientar que a mirra era um ungüento muito utilizado para conservar o corpo dos mortos (João 19: 39,40) esse ungüento era obtido espremer a madeira. O nome Esmirna também se deva as árvores de mirra muito comum em seu vasto território.  Trata-se de uma árvore de baixa estatura Sua casca e madeira são aromáticos, seus galhos são curtos e espinhosos, com folhas folicidas, produzindo uma fruta parecida com ameixa.
                                   Esmirna construiu um templo para cultuar o Imperador Tibério em 26 a.C. concorrendo com outras cidades de grande porte da Ásia.  (notas revista, educação cristã, vol17, 10/2000).

·         História de Esmirna
                               Fundada por Eólios no 11º século a.C. dois séculos depois pelos Jônicos vieram a conquistar que fizeram de Esmirna um dos maiores centros Culturais e Comerciais do mundo de então, estava sob a influencia de Anatólia compartilhada com Tróia. Por volta de 1500 a.C. foi fortemente influenciada pelo Império Hitita da Anatólia Central. No Primeiro Milênio a.C. Esmirna era uma das Cidades mais importantes da Federação Jônica.
Em 628 a.C. Esmirna foi conquistada pelos Lídios, sob o reinado de Alíatis destruindo a cidade nesse período Esmirna era apenas mais uma aldeia da Lídia. Mas o destino de Esmirna era grandeza, o fim domínio Lídio veio, e deu-se inicio o Domínio Persa, no século III a.C. foi construída uma nova Cidade as encostas do Monte Pagos, durante o reinado de Alexandre, o grande, seu general Lisímaco urbanizou fazendo de Esmirna uma das belas cidades do mundo de sua época, sendo conhecida como a Flor da Ásia, a Pérola da Ásia,  Orgulho da Ásia e Coroa da Ásia.  
                                   Conquistada pelos persas, durante o reinado de Alexandre o grande, entre os séculos II e III, Esmirna tornou-se tão prospera e tão atraente em beleza que seu comercio fortalecia ate as cidades vizinhas. No ano 178 d.C. um intenso terremoto danificou Smyrna, mas, o imperador Marco Aurélio a reconstruiu. Depois reconquistada pelos gregos.
  •   Antes do século I Esmirna foi para os Domínios dos Romanos. 
  •    No século IV ficou sob o Domínio do Império Bizantino
  •     No século XI foi conquistada, Seljúcida.
  •    No ano de 1415 ficou sob o governo do Sultão Mehmed Celebi e foi parte integrante do Império Otomano. O domínio turco veio ao fim após a 1ª Grande Guerra Mundial, mais precisamente em 1919 com o Tratado de Sèvres que anexava Esmirna a Grécia. Todavia, os turcos não se deram por vencidos, logo, veio Guerra de Independência Turca e, pelas forças de Kemal Atatürk reconquistaram a província para o domínio do sultão, tomando-a dos gregos. Nessa ocasião (1923) houve o Tratado de Lausannes, no qual todos os habitantes da província que não eram turcos ou muçulmanos foram expulsos e o território foi anexado a atual Republica da Turquia.

                                   Nos séculos XVII e XIX era conhecida como um dos mais importantes Portos do mundo aportava-se nela povos de várias partes do mundo, inclusive Franceses, italianos, Neerlandeses, Armênios, Judeus e Gregos que fizeram dela um centro de Comercio cosmopolita, Esmirna exportava figos secos, tapetes, passas e uma imensa quantidade de produtos.


Esmirna e a Guerra Fria no século XX
Durante os anos de 1961 e 1963 houve a instalação de uma base militar em Çiğli bem próximo a Esmirna com 15 mísseis balísticos móveis de médio alcance em região montanhosa. Essa instalação foi pivô da crise dos mísseis de Cuba em outubro de 1962, foi feito acordo, e os mísseis forma retirados em 1963 e a posição exata dos cinco sítios onde se encontrava as ogivas até hoje é mantido sob sigilo. 

Esmirna hoje
Conhecida como a “Pérola do Egeu” sua população é predominantemente turca, é uma das três maiores cidades da Turquia com aproximadamente 2,5 milhões de habitantes, como também é um dos maiores centros comerciais daquele país. Possui amplas avenidas, zona pedonal, carruagens de cavalos, ônibus, barcos e linhas metrô, fazendo de Esmirna uma cidade moderna e turística com vários sítios turísticos e Museu que contam sua bela e sedutora história desde os tempos mais antigos até hoje.

Orgulha-se de ser o berço de Homero, o famoso autor da Obra “Odisséia” e “Ilíada”, também de Herótodo conhecido como o “Pai da História”, o geógrafo Estrabão e Pausânias que além de ser geógrafo era historiador. 


Policarpo,o Bispo de Esmirna


Hoje eu agradeço-lhes por mim permitirem que eu compartilhe do cálice de Cristo e dos Martires cujos os corpos e almas ressurgirão na eternidade do espírito. Aceitei-me como um sacrifício (frase de Policarpo, discípulo do Apostolo João, Bispo da Igreja de Esmirna) vivo.

Foi preso numa casa de fazenda fora da cidade, os soldados foram prendê-lo, lá chegando foram recebidos na casa de Policarpo com tamanha hospitalidade e serenidade que só o Espírito Santo poderia lhe dá. (Jo. 16: 16) Sabendo que seria preso, pediu que lhe permitissem uma hora para Orar se, depois levaram Policarpo para ser executado. Antes de lhe executarem pediram para ele maldiçoar e injuriar a Cristo. Segundo relatos sua face brilhava enquanto era executado, pois, não negou a Cristo em nenhum momento, não trocou a coroa da vida eterna por nada. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")