Pular para o conteúdo principal

O Poder dos Filhos de Deus


O Nascimento de Cristo foi Profetizado pelo Profeta Isaías cerca de 740 anos antes do Nascimento de Cristo, como homem, cumpriu-se literalmente em Maria.

Isaias 7: 14 Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: Eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel.

Compare com Mateus 1: 18-25

Cristo não era filho de José, confira Isaias 7: 14/Mateus 1: 18,25/ Lucas 1: 34,35. Não foi fruto de uma relação sexual entre um homem e uma mulher, foi uma ação divina da pessoa do Espírito Santo. Assim sendo era o Unigênito de Deus João 1: 14/ João 3: 16 / 1 João 4:9. Cristo, naturalmente seria o único e legitimo Filho de Deus.

Porém, por sua infinita Graça e Misericórdia nos fez “filhos de Deus” em conformidade com João 1: 11 – 13.

Ele foi recusado pelos seus, quando todos deveriam recebê-lo de bom grado e gratidão. Porém, foi aceito por outros, e estes outros que lhe aceitaram, recebe o “Poder” de serem feitos “Filhos de Deus.”.

Ora, não devemos possuir nenhum pouquinho de personagens fictícios da mitologia grega como Hércules, dono de tamanha força como Sansão, e nem do poder de Zeus. Pois, sendo nós “filhos de Deus”, por adoção, não somos deuses propriamente ditos. Mas, passamos a adquirir direitos e poderes de um “deus” em miniatura.
Nunca seremos “Deus”, porque Deus é Deus por essência e natureza, enquanto nós somos “deuses” sem essência e sem natureza divina. Todavia, enquanto estivermos Nele e ELE em nós, proezas faremos como os deuses.

Outrora, dizia Davi: “Com Meu Deus salto muralhas, desbarato exércitos... Em Deus faremos proezas.

Certa feita disse Jesus: Em verdade, em verdade, que aquele que crer em mim fará as mesmas obras que eu faço e fará maiores do que estas porque eu vou para o PAI.

Em Marcos 16:15-18: Os que crerem:

-         Falam em novas Línguas
-         Curaram os Enfermos
-         Expelirão Demônios
-         Se comerem ou beberem alguma coisa mortífera não lhes fará dano algum.
-         Tudo em nome dele por meio dele,

E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas;
Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porãoas mãos sobre os enfermos, e os curarão.


Toda a força do Maligno está submetida aos Embaixadores de Cristo (Lucas 10:18,19) além de possuir seus nomes escritos no reino Celestial.

Os Filhos de Deus crentes em Cristo Jesus podem quebrar as barreiras da impossibilidade, pois, tudo é possível ao que crer.   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")