Pular para o conteúdo principal

É o Dinheiro a Raiz de todos os Males?



Numa Carta a Timóteo Paulo escreveu:

1ª Tm. 6: 10 Porque o Amor ao Dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

                                       O que muitos pregadores distorcem e pregam que o “Dinheiro é a Raiz de Todos os males”. Enquanto, o Sábio Apóstolo Paulo ensina que o “Amor ao Dinheiro é a Raiz de Todos os males”. Se o dinheiro fosse de fato à raiz de todos os males, Dificilmente seria possível Deus aceitar Dízimo e ofertas em Dinheiro.
                                A Cobiça, a Avareza, a Ganância, o desejo descontrolado e obsessivo de ganhar dinheiro, não se importando com os meios escusos, sombrios... É o que de fato complica a situação de muitos no seu relacionamento com Deus, com as pessoas, com as coisas e principalmente com o dinheiro.
                                   A Ânsia desesperada e doentia de obter dinheiro querendo ficar Rico (a) passa a ser um verdadeiro tropeço, laço...

1ª Tm. 6:9 Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição.

      A Busca frenética e constante por uma fonte de renda cada vez maior desrespeitando o seu próximo; desrespeitando a Palavra de Deus, desrespeitando até os seus limites, resultam em dores, distanciamento de Deus e grandes prejuízos.
  Quem é sábio foge das Riquezas terrenas, mas corre com muita garra, firmeza e determinação atrás das Riquezas Celestiais, as quais não são consumidas pela ferrugem e nem pela traça, nem os ladrões são capazes de roubar. Pois as Riquezas são como águia que de uma hora para outra voam.

1ª Tm. 6: 11 Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão.

                                         O Dinheiro serve para Honrar compromissos e Honrar Compromissos é um dever, tem muito cristão que por alguma razão não está honrando, alguns por que a situação não permite honrar, outros simplesmente porque não querem honrar. Há outros cristãos que não querem trabalhar, outros desejam trabalhar, mas falta-lhes oportunidade. Mas acima de Tudo Paulo é Taxativo

 1ª Ts. 4: 11 E procureis viver quietos, tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo mandamos,
12 a fim de que andeis dignamente para com os que estão de fora, e não tenhais necessidade de coisa alguma.

                        É feio um cristão genuíno viver sempre na miséria a vida toda, viver toda a vida na mendicância... É Bonito o irmão ganhar dinheiro honesto sem Amar o Dinheiro, mas administrando o Dinheiro com sabedoria divina.
                        É Normal que haja os momentos de crise, conforme Paulo afirmou que sabia ter abundancia e escassez, ou seja, todo cristão tem altos e baixos. Mas viver a vida inteira na miséria é no minimo estranho. 

Fl 4: 12 Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade.

                     Alguns cristãos pregam somente a parte amarga desse versículo, sei passar falta, sei passar fome, sei padecer necessidade....
                 Mas não aprendem a ter abundancia; não ter fartura, não sabe obter abundancia, esses são os defensores da Teologia da Miséria que confunde pobreza e miséria como sinal de humilde e serviço a Deus. 
                  Estão de algum modo ligado, alienados a ideia de que a gente tem que nascer pobre, ser empregado e viver uma vida modesta, sem regalias, e se mendigar o premio é ainda maior. 
                           Enquanto em países de primeiro mundo o povo é instruído a ser patrão, gerar emprego, gerar recursos e bem estar para a família.

O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos, mas a riqueza do pecador é depositada para o justo.
Provérbios 13:22




                                   A Cultura lá fora ensina a não ser um eterno empregado, pois é melhor dá do que receber, é mais confortável ajudar ao próximo do que pedir ajuda. São os que ajudam que receberão maior galardão e não aqueles que pedem. 
               Observando o Exemplo de Cristo que nasceu numa manjedoura e num lugar bem simples quando poderia ter nascido num palácio. Todavia Cristo hoje está cheio de Gloria e resplendor com a capacidade de nos conceder todas as coisas que de fato nós necessitamos.

João 14: 13 E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei,
para que o Pai seja glorificado no Filho.
14 Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei.

Pv. 10: 3 O Senhor não deixa o justo passar fome;
mas o desejo dos ímpios ele rechaça.
4 O que trabalha com mão remissa empobrece;
 mas a mão do diligente enriquece.
5 O que ajunta no verão é filho prudente;
mas o que dorme na sega é filho que envergonha.
6 Bênçãos caem sobre a cabeça do justo;
porém a boca dos ímpios esconde a violência.

                 Eis aqui uma Boa Razão que o Apostolo Paulo nos deu para Trabalhar honestamente e ganhar Dinheiro suficiente para dividir seus benefícios, porém, sem amar o dinheiro.

Ef. 4: 28 Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tem necessidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")