Pular para o conteúdo principal

João Batista era a Reencarnação de Elias?


                            Uma corrente Espírita ensina que João Batista era a Reencarnação do Profeta Elias. Esse ensino entra em conflito com vários textos das Escrituras Sagradas como veremos a seguir os conflitos:

Ø João Batista Declarou que NÃO era o Profeta Elias
Ø  Elias Não Morreu
Ø No Monte da Transfiguração quem apareceu foi Elias e não João Batista
Ø Elias realizou vários Milagres e João Batista não realizou nenhum

                                                                            I.            João Batista declarou que NÃO era o Profeta Elias

a)    João Batista Nega
                            Temos duas declarações para considerar, uma é a Doutrina Espírita que afirma que João Batista era o profeta Elias, enquanto, que, a outra é o próprio João Batista que quando perguntado se era o profeta Elias, ele deu a seguinte resposta:

João 1: 19 E este foi o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu?
20 Ele, pois, confessou e não negou; sim, confessou: Eu não sou o Cristo.
21 Ao que lhe perguntaram: Pois que? És tu Elias? Respondeu ele: Não sou. És tu o profeta? E respondeu: Não.
22 Disseram-lhe, pois: Quem és? Para podermos dar resposta aos que nos enviaram; que dizes de ti mesmo?
23 Respondeu ele: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.

                            Ninguém melhor do que João Batista para declarar a sua verdadeira identidade. Se de fato fosse à reencarnação de Elias, aqui João Batista revelaria que sim, mas a sua resposta foi taxativa: Não!
                            Com toda margem de segurança podemos afirmar que João Batista não mentiu, e, porque faria uso da mentira? Então diante da resposta de João Batista podemos concluir que ele não era a reencarnação de Elias.
                            Diante do exposto em quem devemos acreditar? Em João Batista ou na Doutrina Espírita?

b)    Quem era João Batista?

                            Os três Evangelistas identificam João Batista Como ele mesmo se declarou a: “Voz daquele que clama no Deserto”,

Mateus 3:3 Este é aquele que foi anunciado pelo profeta Isaías:
"Voz do que clama no deserto:
'Preparem o caminho para o Senhor, façam veredas retas para ele' ".
Marcos 1
1 Princípio do evangelho de Jesus Cristo, o Filho de Deus.
2 Conforme está escrito no profeta Isaías:
"Enviarei à tua frente o meu mensageiro; ele preparará o teu caminho"
3 "voz do que clama no deserto:
'Preparem o caminho para o Senhor, façam veredas retas para ele' ".

Lucas 1: 2 Anás e Caifás exerciam o sumo sacerdócio. Foi nesse ano que veio a palavra do Senhor a João, filho de Zacarias, no deserto.
3 Ele percorreu toda a região próxima ao Jordão, pregando um batismo de arrependimento para o perdão dos pecados.
4 Como está escrito no livro das palavras de Isaías, o profeta:
"Voz do que clama no deserto:
'Preparem o caminho
para o Senhor, façam veredas retas para ele.
5 Todo vale será aterrado e todas as montanhas e colinas, niveladas.
As estradas tortuosas serão endireitadas
e os caminhos acidentados, aplanados.
6 E toda a humanidade verá a salvação de Deus' ".

                            Nenhum dos evangelistas aponta João Batista como reencarnação de Elias, sim como uma profecia predita pelo Profeta Isaias mais de 400 anos antes de Cristo vir, no Antigo Testamente.

c)     Doutrina Espírita Afirma

                           A Doutrina Espírita levanta alguns argumentos para servir de base para sua “Teoria”, um dos argumentos mais comuns vem a seguir:
“Elias cortou mandou cortar a cabeça de centenas de profetas de Baal, para pagar o “Carma”, João Batista foi decapitado.”
 Refutação: Elias fez aquilo sob a ordem de Deus, portanto, Deus não cobraria isso de Elias, em nenhuma ocasião.

“O Espírito de Elias estava sobre João Batista, ai está uma prova clara da reencarnação dentro da Bíblia” (Lc. 1:17)
Refutação: O Espírito não pode ser confundido com alma, são distintos, a mensagem revela que João Batista terá um espírito tão Exortador e profético, quanto o espírito de Elias, um espírito de autoridade e determinação que não temia a nenhuma autoridade terrena.
“Elias e João Batista se vestiam da mesma maneira, com cintas de couro, e roupas feitas com pele de camelo”
Refutação: Vestimenta comum naquele tempo, vestes semelhantes não servem de base para provar a reencarnação.

   II.            Elias não Morreu

                                Regra áurea da reencarnação, primeiro tem que morrer pra depois reencarnar, caso contrário a reencarnação será impossível. A Bíblia deixa claro que Elias foi arrebatado aos céus em um redemoinho ainda em vida, sem passar pelo processo da morte.

2ª Rs. 2: 10 Disse Elias: "Seu pedido é difícil; mas, se você me vir quando eu for separado de você, terá o que pediu; do contrário, não será atendido".
11 De repente, enquanto caminhavam e conversavam, apareceu um carro de fogo puxado por cavalos de fogo que os separou, e Elias foi levado aos céus num redemoinho.
12 Quando viu isso, Eliseu gritou: "Meu pai! Meu pai! Tu eras como os carros de guerra e os cavaleiros de Israel!" E, quando já não podia mais vê-lo, Eliseu pegou as próprias vestes e as rasgou ao meio.

                                Logo, sem passar pela morte, Elias não poderia reencarnar em João Batista. Elias foi traslado para o Céu como todos aqueles que amam ao SENHOR e o servem com sinceridade serão arrebatados naquele Grande Dia.
 
                            III.            No Monte da Transfiguração quem apareceu foi Elias e não João Batista

Com base na doutrina Espírita o Espírito/Alma torna a reencarnar assumindo as características da vida anterior. Seguindo essa regra, no Monte da transfiguração quem deveria ser visto era João Batista no lugar de Elias, pois este foi a reencarnação daquele.
Os discípulos viram o profeta Elias e conheciam a João Batista, então não houve reencarnação, pois se houvesse eles teriam visto João em lugar de Elias.
Três observações nesta ocasião:
1)     Cristo convidou Moisés e Elias para tratar assunto de seu Sacrifício Vicário, algo que a Doutrina espírita recusa.
2)     Durante a sessão não houve trevas e nem incorporação como se ver nas sessões espíritas, havia luz divina no local.
3)     Cristo não ensinou a seus discípulos o contato com o espírito dos mortos.

IV.            Elias realizou vários Milagres e João Batista não realizou nenhum
Enquanto o Ministério de Elias é marcado por Milagres, ministério de João Batista não tem nenhum sinal ou evidencia de milagres segundo os textos sagrados. Veja uma breve lista dos milagres efetuados por Elias, o profeta:

·        Abriu e fechou o Rio Jordão duas vezes
·        Fez descer fogo do Céu pelo menos 03 vezes
·        Provocou a Seca por três anos
·        Provocou a Chuva após 03 anos
·        Ressuscitou o Filho da Viúva
·        Multiplicou a farinha na panela



                            Diante desses milagres que marcaram o ministério de Elias, pode se afirmar que João Batista definitivamente não era a Reencarnação de Elias, pois se fosse realizaria milagres semelhantes. 

Comentários

  1. JOÃO BATISTA, REENCARNAÇÃO DO PROFETA ELIAS,
    AS CINCO PROVAS CONFIRMADAS NA BÍBLIA

    1) Na profecia escrita pelo profeta Malaquias 4. 5 – eis que eu vos envio o profeta Elias, antes que venha o grandioso dia do Senhor (Antigo Testamento bíblico há 400 anos antes do Cristo);

    2) Na palavra do anjo Gabriel ao Sacerdote Zacarias, em aparição espiritual no Templo de Jerusalém, quando anunciou a gravidez da mulher de Zacarias: " a tua oração foi ouvida, tua mulher dará a luz um filho e lhe porás o nome de JOÃO; porque será grande diante do Senhor, cheio de Espírito santificado desde o VENTRE materno, e converterá muitos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, e irá adiante dele no ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS" (evangelho de Lucas 1. 5 - 19)

    3) NA PALAVRA DE JESUS quando deu um bom testemunho da missão de João Batista, chegando a engrandecer o nível intelectual de João, naquela época: “dos nascidos de mulher não apareceu ninguém maior que João”; depois Jesus revela confirmando a profecia de Malaquias 4. 5-6, do Antigo Testamento bíblico prevista há 400 anos passados: “Porque é este de quem está escrito. Eis que diante da tua face envio o meu mensageiro, que preparará diante de ti o teu caminho” – Evangelho de Mateus 11. 10

    4) Na palavra de Jesus ao reafirmar a profecia: “E, se quereis dar crédito, é este o ELIAS que havia de vir” (Mateus 11. 14), vide profecia de Malaquias 4. 5 “Eis que vos envio o profeta Elias”

    5) Na palavra de Jesus no Monte Tabor, após a transfiguração: “Mas digo-vos que Elias já retornou e não o reconheceram... ENTÂO OS DISCÍPULOS ENTENDERAM QUE JESUS LHES FALARA DE JOÃO BATISTA (Mateus 17. 13)

    Estas são expressões da verdade bíblica que testificam a volta do profeta Elias ao plano físico terrestre em nova reencarnação nos fluidos da vida humana, fato este que se confirmou na pessoa humana de João Batista.

    Aliás, a história nas escrituras que revela as provações do profeta Elias foi toda truncada pelas reformas religiosas que a Bíblia sofreu nas mãos dos doutores bíblicos precisamente para dificultar o sentido da imortalidade, da preexistência, e da reencarnação que este grandioso espírito foi submetido pela Providencia Divina a fim de servir de padrão para humanidade.

    Os doutores bíblicos apesar de todas as evidencias proféticas provando a reencarnação física de Elias em João Batista continuam sem reconhecer até os dias atuais, porque lhes falta discernimento espiritual: “olhos para ver e ouvidos para entender”


    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/11/o-profeta-elias-e-trasladado-para-outra.html

    http://vozqclamabr.blogspot.com.br/2013/12/joao-batista-reencarnacao-fisica-de.html


    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Na profecia escrita pelo profeta Malaquias 4. 5- O texto em questão não afirma que João Batista era o Elias, mas seria um " Elias" como profeta, tanto no modo de se vestir como no modo de anunciar o Evangelho.

      2) Lucas 1: 5-19- Quando fazemos uma analise atenta a leitura, entende-se que Em relação ao versículo que diz que João Batista ia no espírito de Elias. A Bíblia não diz que João Batista ia com o espírito de Elias. Existe uma grande diferença entre ir no espírito e ir com o espírito de Elias. A palavra no significa no mesmo ímpeto, semelhante.


      3) A Bíblia é terminantemente contrária a ideia da Reencarnação, logo, Elias não seria a Reencarnação de Elias, mas sim, alguém com o mesmo temor de Deus e tão destemido quanto Elias.

      4) Jesus disse: Este é o Elias que havia de vir... Ele não disse: Este é Elias que retornou...

      4) Na palavra de Jesus ao reafirmar a profecia: “E, se quereis dar crédito, é este o ELIAS que havia de vir” (Mateus 11. 14), vide profecia de Malaquias 4. 5 “Eis que vos envio o profeta Elias”

      5) No Monte da Transfiguração - Ora se João Batista era de fato a reencarnação de Elias, segundo a Doutrina espírita, ele teria aparecido como João Batista e não como Elias.

      Excluir
  2. E se na transfiguração Elias tivesse aparecido como João Batista vocês estariam dizendo: Ele deveria ter aparecido como Elias! Foi Jesus quem afirmou que ele é o Elias que havia de vir, que veio e não foi reconhecido, e mal tratado como todas as coisas realmente Divinas que há na terra. Jesus disse mais: que ouça quem tiver ouvidos de ouvir! Mas no entanto a humanidade ainda segue surda e muda. Os ensinamentos estão esquecidos ou disfarçados a acobertar interesses humanos mesquinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na transfiguração apareceu Elias, se de fato a reencarnação fosse uma realidade apareceria em forma de João Batista, a ultima reencarnação.
      Se João Batista disse que não era o "Elias", quem somos nós para dizer que ele está errado.

      Prefiro dá créditos a Bíblia, ela é autentica e inequívoca.

      Excluir
    2. Eu prefiro dar crédito A Jesus que afirma que João era Elias.E quando ele mandou Pedro guardar a espada... Quem com o ferro fere com o ferro será ferido.Elias degolou 400 profetas de baal e passou pelo fio da espada para se cumprir a justiça divina.

      Excluir

Postar um comentário

MODERAÇÃO NOS COMENTÁRIOS, OS COMENTÁRIOS DE ANÔNIMOS NÃO SERÃO PUBLICADOS.

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Cabelo da Mulher Cristã- Nove (09) Lições Bíblicas

Referencias: 1ª Co. 11:4-15/ 1ª Tm. 2: 9,10/ 1ª Pe. 3: 1-3

                           Três passagens bíblicas utilizadas por “teólogos” radicais, com estilo farisaico, para proibir as tranças, cortes e frisados nos cabelos, além do uso de jóias.  Mas em destaque nesta postagem, é o cabelo da Mulher Cristão. Temos postagens que tratam do uso de jóias nos seguintes sites:
Deus condena o uso de Jóias?  
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2011/10/deus-condena-o-uso-de-joias.html
O Uso de Jóias segundo Paulo e a Bíblia
http://prjefersonfabiano.blogspot.com.br/2013/01/o-uso-de-joias-segundo-paulo-e-biblia.html
Nove Lições sobre o Cabelo da Mulher Cristã segundo a Bíblia:
1.Cabelo longo da mulher cristã lhe é Honroso 2.Cabelo tosquiado/rapado na mulher cristã é Desonroso 3.Cabelo longo da mulher é sinal de poderio sobre os anjos 4.Cabelo longo em lugar do véu 5.Um traje modesto com pudor é mais importante que uma trança atraente 6.O Enfeite interior da mulher cristã vale mais do que um enfe…