Pular para o conteúdo principal

Elias Alimentado pelos Corvos durante um período da Seca


Elias Profetiza a 03 anos e meio de Seca em Israel
 Então Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade, disse a 

Acabe: Vive o SENHOR Deus de Israel, perante cuja face 

estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, 


senão segundo a minha 

palavra.


Depois veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo:


Retira-te daqui, e vai para o oriente, e esconde-te junto ao

 ribeiro de Querite
,
 que está diante do Jordão.

E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem.

Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR; porque foi, e
 habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do
 Jordão.
E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã; como

também pão e carne à noite; 
e bebia do ribeiro.

E sucedeu que, passados dias, o ribeiro se secou, porque não tinha havido chuva na terra.

Então veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo:

Levanta-te, e vai para Sarepta, que é de Sidom, e habita ali;

eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente. 
1 Reis 17:1-9


                                    Elias morador de Gileade,  ao leste do Jordão de planície verdejante, florestas irrigadas e com grande quantidade de Pinheiros e carvalhos, área muito favorável para a agricultura e pecuária.
                                    Mas durante a durante a profecia de Elias essa região ficou irrigada e bem umidade, tornou-se seca, trazendo a fome e o colapso do povo, durante um período de 03 anos e meio (Lucas 4: 25)   
                                    A Profecia de Elias vem confrontar o Rei Acabe e Jezabel, que influencia por Jezabel, filha de Etibal, rei dos sidônios, pretendiam banir de vez, o Culto ao Verdadeiro Deus Jeová dentro do território de Israel, estabelecer cultos a deuses pagãos, de Sidom, onde se cultuava a Aserá, principalmente Baal.  

A seca trouxe sérios prejuízos, prejudicando drasticamente a produção de alimentos, trazendo a fome e a miseria. A Seca era tão severa que nem o orvalho caia sobre a terra e os ribeiros secaram (1ª RS. 17:).
Enquanto a seca predominava sobre Israel, Elias estava no Monte de Quiriate, que se localiza diante do Jordão, na sombra das montanhas e tomando água fresca do ribeiro, comendo carne e pão, de manhã e no fim da tarde, duas refeições diárias.
Por outro lado Obadias sustentava outros 100 profetas, que foram ameaçado de morte por Acabe, rei de Israel movido por Jezabel.

E Acabe chamou a Obadias, o mordomo; e Obadias temia muito ao SENHOR,
Porque sucedeu que, destruindo Jezabel os profetas do SENHOR, Obadias tomou cem profetas, e de cinqüenta em cinqüenta os escondeu numa cova, 
e os sustentou com pão e água. 
1 Reis 18:2-4

                                    Alguns dias depois o Ribeiro secou (1ª Rs 17:7) e obedecendo a voz do Senhor, foi até Zarefate, região de Sidom.    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3

              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")