Pular para o conteúdo principal

A Mulher que tinha Fluxo de Sangue (Marcos 5:21-43)

                              
 A Mulher que tinha o Fluxo de Sangue

                           Na multidão estava uma mulher oprimida com um terrível mal que lhe afligia há doze anos, estava desenganada pela medicina depois que já havia gastado todo seu dinheiro e tudo que tinha. Trata-se de uma mulher enferma, considerada impura, diante da Lei de Moisés (Lv. 15: 25) e dos homens, sentia-se desamparada, desprezada. Enfrentava preconceitos por ser doente e devido a sua aparência anêmica.

                             Possivelmente com uma vida nostálgica, acredito que não tinha marido, devido a sua doença e não podia gerar filhos, e nem manter relação com homem algum (Lv. 15: 20,24) estava carente de tudo e de todos. Segundo a Lei Mosaica prescreve-se o seguinte:

“Também a mulher, quando manar o fluxo de seu sangue, por muitos dias fora do tempo de sua separação ou quando tiver fluxo de sangue por mais tempo do que a separação, todos os dias do fluxo da sua imundícia será imunda,
como nos dias da sua separação”. (Lv. 15: 25)

                             Doze anos, não são doze dias, mesmo se fosse seria muito constrangedor e incomodo. Durante doze anos ninguém podia tocar naquela mulher, se tocasse seria impuro o dia inteiro (Lv. 15: 19) quem se habilitaria a cuidar dessa mulher? Ela precisava se virar sozinha com sua doença durante anos e os que eram médicos cobravam um valor absurdo, ela teve que se desfazer de seu dinheiro e tudo que possuía. (Mc. 5: 25,26) veja uma breve hermenêutica do texto:

 Marcos 5: 25,26

“Ai chegou uma mulher que sofria com fluxo de sangue há doze anos, tinha padecido nas mãos de muitos médicos, gastou tudo o que tinha e,
invés em vez de melhorar, piorava sempre”.

Ai chegou uma Mulher que sofria com ... Pelo que tudo indica era do conhecimento de todos que ela era atormentada por causa de seu fluxo de sangue. Vivia em aflição, pelo incomodo. Só para você imaginar não havia água encanada naquele tempo, ou ela carregava água ou pedia alguém para carregar de graça ou mediante pagamento. Quem tocasse em sua cama precisava tomar banho, e ficava impuro até tarde (Lv. 15: 21)

... Fluxo de Sangue há doze anos... Imagine os danos causados no corpo daquela mulher com a perda de sangue, precisava de uma alimentação equilibrada, será que seus recursos eram suficientes para uma refeição diária rica em nutritivos? Quanta doença pode adquirir com constate perda de sangue? Este mal afligia esta mulher há doze anos.

...Tinha Padecido nas Mãos de Muitos Médicos... Sofrer dores físicas, morais, ser cobaia de novos experimentos. Padecer é o mesmo que sofrer Tormentos com Tratamentos ineficazes, Nas mãos de Muitos Médicos, avarentos, aproveitadores...

...Gastou tudo o que tinha... Fruto de seus trabalhos quando gozava de saúde perfeita, foram perdidos, caso tivesse heranças também havia perdido, estava desprovida de tudo.

...Invés de Melhorar Piorava... O Pior de tudo, Não Melhorava, pelo contrario Piorava ainda mais. Está estava aguardando a morte, sua única esperança era ao menos tocar em Jesus, para isso ela se esforçou e perseverou em se aproximar dele. É compreensível desta mulher não convidar Jesus para sua casa, segundo Lei de Moisés, tudo que ela tocar seria impuro, nesse sentido sua casa estava impura. (Conf. Lv. 15: 26) Como poderia sobreviver está Mulher sem o apoio do convívio social e sem o aval da Igreja? Todos desprezam a mesma por sua doença.




 

Conjectura: A Mulher que tinha Hemorragia   

  O Evangelista Marcos se refere a ela como uma ‘Certa Mulher’, nenhum Evangelista cita seu nome. Esta ‘Certa Mulher’ antes de adoecer com essa Hemorragia, deveria levar uma vida normal, como qualquer mulher. Quem sabe ela fosse uma dona de casa comprometida em casamentos com planos de gerar filhos, ou uma trabalhadora comum que ajuntava posses para um futuro laço matrimonial.

                            De Repente por motivos desconhecidos ela contraiu uma hemorragia incessante. E procurou vários médicos renomados de seu tempo, gastando aquilo que havia adquirido; aos poucos tudo que ao longo dos anos ela havia ajuntado, começava a se perder. A doença estava consumindo tudo, até os sonhos. Estando casada ou comprometida em casamento, seu relacionamento possivelmente estava seriamente comprometido, ou havia acabando ou estava acabando. Segundo a Lei de Moisés quem ao menos tocasse em alguma coisa que uma mulher que estivesse com fluxo de sangue já estaria impuro (Lv. 15: 19-25) Se um Homem mantivesse relação sexual com uma mulher nesse estado estaria impuro diante a Lei sete dias (Lv. 15:24)

              Os Sonhos de ser mãe, de constituir uma família, de trabalhar para se refazer de novo, estavam sendo enterrados a cada dia. Ela daria tudo para obter a saúde, para voltar a levar uma vida normal, como prova disso procurou vários médicos, gastou tudo que adquiriu ao longo dos anos. Se submetendo á Exames humilhantes e tratamentos que mais causavam dores, tormentos e elevados custos. Pior que de nada estava adiantando seus tratamentos e suas consultas.
                           Certo dia alguém lhe falou de Jesus, eu pergunto o que seria dessa mulher se ninguém Não lhe falasse de Jesus? O que seria dela? Seja lá quem for, passou para ela uma imagem tão nítida de Jesus, que ela passou a crer nele sem ao menos conhecê-lo. Daí a importância de se falar de Jesus para as pessoas, principalmente para as que mais sofrem.                          
                          A ‘Certa Mulher’ ouvindo a narração autentica de milagres que Jesus havia realizado, e possivelmente viu pessoas curadas por Cristo, cegos, paralíticos entre outros. Não duvidou que Cristo seria a pessoa certa para cura-la. Certamente dizia: ‘Se tão Somente tocar nas vestes, sararei ’. (Mc 5: 28) Com o fluxo de sangue Jesus não poderia tocar nela, ela sabia disso, por isso ela não esperava um toque de Jesus. Chama-me a atenção que ela tocou em tantos na multidão, tantos ficaram impuros sem saber, e de ninguém que ela tocou saiu virtude para curá-la. Mas essa é uma questão simples de ser entendida. Não havia outro modo de chegar até Cristo sem entra na multidão, por outro lado é impossível entrar na multidão sem tocá-la, de ninguém saiu virtude para sará-la, porque toda Virtude está em Cristo e não nas pessoas ou coisas. Talvez alguém pergunte: Como pode uma Mulher violar a Lei e ser curada? Simples! Pela Fé, a Fé também remove as Montanhas da Lei.  
                           Tocando Jesus, na orla (Lc. 8: 44) a fonte que jorrava sangue constantemente cessou na hora, a ‘Certa Mulher’ sentiu no seu corpo algo diferente, um bem-estar imediato, uma mudança, o seu flagelo estava encerrado. Jesus também sentiu a diferença de seu toque, pois de seu corpo saiu Poder, e perguntou para a multidão: ‘Quem tocou nas minhas vestes?’. (Mc. 5: 30)

Pedro e os discípulos comentavam: ‘Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem te aperta?’ (Lc. 8: 45/ Mc. 5: 31) O Mestre olha para multidão procurando onde estava à mulher (Mc. 5: 32) Ele sabia que era uma mulher. A ‘Certa Mulher’ não se conteve, não resistiu, tremendo e temendo represália ou quem sabe um castigo divino, se aproxima e prostra-se diante de Cristo contando toda a verdade, talvez contasse a sua história de dor, humilhação e sofrimento.
 Para conforto dela Jesus lhe diz: ‘Filha, a tua Fé te Salvou; Vai em Paz e sê curada deste teu Mal’.(Mc. 5: 34)                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que Jesus Cuspiu antes de curar o Cego?

Mensagem com base em João 9: 1-23


I – Qual causa da Cegueira do Homem?
 Este nascera cego curiosamente para Glória de Deus, os discípulos procuravam uma causa para a cegueira e perguntaram: “Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?”. Fizeram a pergunta possivelmente com base em Êxodo:
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.Êxodo 20:4-5
1)Cegueira como maldição hereditária, por parte dos pais; 2)Cegueira Por causa dos próprios pecados. 3)Cegueira para que se Manifeste as Obras de Deus
Jesus descartou as duas primeiras possibilidades, com seguinte resposta:
Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
João 9:2-3
              O Homem era cego para que em hora oportuna se manifestasse nele a Obra de Deus.

II – Jesus contrariando os Homens                                    …

Hagar e Ismael no Deserto- Deus Ouve

(Texto Gn. 21; 14-21)                              Abraão levanta pela madrugada, toma pão e um odre de água, dá para Hagar colocando as coisas no ombro dela, pega o menino de aproximadamente 17 anos entrega-o para Hagar e despede a ambos, e despede. Hagar sai uma direção definida no deserto de Berseba, e sai errante. (Gn. 21; 14)
                         Uma dor e uma confiança tremenda dentro de Abraão. Ele sabia que nem Hagar e nem Ismael iriam morrer no deserto, porque Deus havia lhe garantido que faria de Ismael uma grande nação, e para isso Deus supriria todas as necessidades.                          Por outro lado Sara sua esposa estava muito incomodada, com o desprezo de Ismael em relação à Isaque, estava surgindo um clima muito comprometedor entre Ismael e Isaque, o que poderia cedo ou tarde gerar graves conseqüências. O próprio Deus aceitou a proposta de Sara, porque Deus havia traçado um Propósito na vida de Ismael à parte da casa de Abraão. Mais tarde tudo indica que casa de…

Zacarias, pai de João Batista- Parte 1 (Personagens Bíblicos)

Dados Gerais sobre Zacarias, pai de João Batista  

A postagem visa facilitar estudos sobre a pessoa exemplar de Zacarias, pai de João Batista, deixando claro, logo no principio que admite -se cópias desta postagem desde se cumpra as normas dos Direitos Autorais.

Zacarias (do hebraico זְכַרְיָה, Zekariyah, "Deus se lembrou")